Receitas para o Natal – Prato Principal

Home / Receitas de Risotos / Receitas para o Natal – Prato Principal

foto de risoto de cheester, uvas-passas e castanha de cajú
O Natal tá chegando Gente… aí que delícia!!! Adoro!!!
Continuando a nossa série especial para a semana do Natal, vamos ao prato principal.
Como eu adoro risoto, tentei pensar numa mistura diferente e sendo uma sugestão para a Ceia de Natal, porque não usar cheester! Alceu deu a dica das uvas-passas e no final de tudo, ficou simplismente maravilhoso.

Ingredientes para risoto de cheester, uvas-passas e castanha de cajú

  • 2/3 do pacote de arroz arbóreo (arroz para risoto)
  • 1 cebola grande corta bem miudinha
  • 3 colheres de sopa de manteiga sem sal + 1 colher para finalizar
  • 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
  • 2 litros de caldo de galinha
  • 400 gramas de cheester em fatias picadinho
  • 200 gramas de queijo parmesão ralado
  • 150 gramas de uvas-passas
  • 100 gramas de castanha de cajú trituradas
  • A receita foi para 8 pessoas

Preparo do risoto

Etapa 1
Numa panela aqueça as 3 colheres de manteiga, adicione a cebola e refogue. Adicione o arroz, mexa bem e deixe fritar um pouco, mas sem grudar. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado, apenas incorporar a manteiga. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco e continue mexendo. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.
Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz e secar, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais conchas de caldo, a medida que a água for secando.Vá experimentando o arroz e observando a textura e continue mexendo. Ao final desta etapa, coloque o cheester picadinho e continue mexendo.

Etapa 3
Continue acrescentando caldo e mexendo. O ponto do arroz, deve ser al dente. É quando você morde no grão e ele ainda está firme. Preste atenção também na quantidade de caldo, porque o risoto não é soltinho como o arroz, ele é papado mesmo, aliás, muito papado. Experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Junte as uvas-passas e a castanha triturada. Mexa bem para misturar tudo. Acrescente o queijo parmesão ralado, mexa e desligue o fogo e adicione a colher de manteiga, que deverá deve estar bem gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho e da o gostinho especial.

Acompanhe as outras receitas que fizeram parte deste cardápio

Entrada – Aperitivo de parma, abacaxi e creme de ricota
Salada – Salada verde com figos em calda e cerejas frescas

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.