Receita de risoto de linguiça de frango, com ervilhas e salsa

Home / Receitas de Risotos / Receita de risoto de linguiça de frango, com ervilhas e salsa


Pra mim, não existe um prato mais confortante do que um risoto.
Se eu estou feliz, faço um risoto pra comemorar!
Se eu estou triste, faço um risoto pra me aconchegar
Fazer um risoto enche a minha cozinha e o meu coração de coisas muito boas! É simples assim!
Aliás, vou pedir uma coisinha pra vocês: me mandem sugestões de risotos. Quero experimentar várias combinações e sabores!

Receita de risoto de linguiça de frango, com ervilhas e salsa

  • 2 xícaras de café (bem cheias) de arroz arbóreo (para 2 pessoas)
  • 1/2 cebola média cortada bem miudinha
  • 1 colher de sopa bem cheia de manteiga sem sal + 1 colher de sobremesa para finalizar
  • 1/2 taça de cachaça ou vinho branco
  • 1 1/2 litros de caldo de legumes ou de galinha (água + 2 caldos)
  • 2 linguiças de frango (daquela maior)
  • 100 gramas de queijo parmesão ralado
  • 1 xícara de chá bem cheia de ervilhas (congeladas)
  • salsinha fresca

Preparo

Etapa 1
Antes de tudo frite as linguiças, pique com rodelas e ao meio e reserve. Ferva as ervilhas para descongelar. Prepare o caldo e reserve. Em uma panela grande aqueça a manteiga e a cebola. Deixe fritar, aumente o fogo e acrescente a linguiça já picada. Mexe e refogue por alguns minutos. Adicione o arroz (sem lavar), mexa bem e deixe fritar. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado, apenas incorporar na manteiga. Depois de 3 ou 5 minutos diminua o fogo para médio e adicione a cachaça ou o vinho. Continue mexendo. Nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.
Etapa 2
Assim que o álcool  for absorvido pelo arroz e secar, comece a acrescentar as primeiras conchas do caldo quente. Lembrando que o caldo deve ficar pronto antes de você começar o risoto. Acrescente sempre, duas conchas por vez. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais conchas de caldo, a medida que a água for secando.Vá experimentando o arroz e observando a textura e continue mexendo.
Etapa 3
Continue acrescentando caldo e mexendo e agora adicione as ervilhas. O ponto do arroz, deve ser al dente e a esta altura o arroz já triplicou de tamanho e rendeu, enchendo a sua panela. O risoto não pode secar, ele tem o aspecto babento mesmo, não é soltinho como o arroz comum, ele é papado mesmo, aliás, muito papado. Coloque o queijo ralado e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Provavelmente você não vai precisar de sal. Agora o arroz já de estar no ponto. Desligue o fogo e adicione a salsa e mexa. Adicione a colher de manteiga, que deverá deve estar bem gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho e da o gostinho especial. Sirva imediantamente.

Outras receitas de risotos

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.