Receita de risoto de linguiça com alho poró

Home / Receitas de Risotos / Receita de risoto de linguiça com alho poró


Se você tem uma linguiça dando sopa no congelador, que tal fazer uma risoto hoje à noite?!
Como eu adoro fazer risoto, qualquer receita pra mim tá ótima. Esse risoto aí foi bem despretensioso e cheio de preguiça, mas ficou delicioso. Eu usei linguiça de pernil suíno, mas você usar a que você tiver em casa ou a que mais gostar. Deixei ela dourar bem, porque linguiça de pernil é mais branca mesmo, então pra não ficar com aquele aspecto de cru deixei ela ficar bem douradinha.

Ingredientes para receita de risoto de linguiça com alho poró

  • 4 xícaras de café bem cheias de arroz arbóreo (receita para 4 pessoas)
  • 4 linguiças médias de pernil suíno
  • 1 alho poró
  • 1 colher de sopa bem cheia de manteiga sem sal + 1/2 colher para finalizar
  • 1 1/2 de caldo de carne (1 1/2 de água quente + 2 tabletes ou sachês de caldo de carne)
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 1/2 taça de vinho branco
  • parmesão ralado
  • sal a gosto

 

Preparo

Etapa 1
Frite as linguiças inteiras em um fio de óleo. Depois que estiverem douradas pique-as em pedacinhos e frite mais um pouco para ficarem bem douradinhas. Reserve. Em uma panela grande aqueça a manteiga, o alho poró e a cebola picadinhos. Deixe refogar. Acrescente a linguiça picadinha, aumente o fogo e acrescente o arroz arbóreo (sem lavar), mexa bem e deixe refogar mais um pouco. Mexa constantemente de forma a não queimar o arroz, que não deve ficar dourado, apenas incorporar os ingredientes. Depois de 2 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho. Continue mexendo. Nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.
Etapa 2
Assim que o álcool  for absorvido pelo arroz começar a secar, comece a acrescentar as primeiras conchas do caldo quente, que deve ficar pronto antes de você começar o risoto. Acrescente sempre, duas conchas por vez. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela com a colher deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais conchas de caldo, a medida que a água for secando. Deixe o risoto secar um pouco mais e continue mexendo e experimentando, observando sempre a textura do arroz e continue acrescentando mais caldo.
 
Etapa 3
O ponto do arroz deve ser al dente e a esta altura o arroz já triplicou de tamanho e rendeu, enchendo a sua panela, então se você ficou com o olho gordo e colocou mais arroz do que eu falei, pode ter certeza, a essa altura você deve estar falando (porque eu não segui a medida da Dani… kkkk). O risoto não pode secar, ele tem o aspecto babento mesmo, não é soltinho como o arroz comum, ele é papado, aliás, muito papado. Tem gente que gosta dele igual uma sopa, aliás esse é o jeito correto, mas tem gente que gosta com um pouco menos de caldo, como eu. Experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Desligue o fogo e adicione a 1/2 colher de manteiga, que deverá deve estar bem gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture pelas bordas da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos poucos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com brilho e dar um gostinho especial. Misture 50 gramas de queijo e sirva imediatamente. E risoto é assim, acabou de fazer tem que comer. Bom apetite!
 

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.