Receita de escondidinho de bacalhau com purê de moranga

Home / Receitas de Peixes e Frutos do Mar / Receita de escondidinho de bacalhau com purê de moranga


Quem tem costume de passar por aqui quase todo dia, sabe que eu posto mais ou menos 3 vezes por semana, mas estou com tantas novidades e receitas que fico ansiosa, com vontade de mostrar pra vocês. Então, resolvi aumentar a frequência por estes dias.
Hoje vou mostrar um prato que nunca tinha feito antes, podem acreditar – escondinho. Como o bacalhau anda em alta, nessa época de quaresma, comprei umas bandejinhas de bacalhau desfiado no supermercado e resolvi fazer o escondinho de bacalhau. Discutindo o assunto do escondinho e do purê com o meu amigo Marcel – do Sabor Sonoro, resolvi fazer o purê de moranga, porque tinha uma moranga em casa, que ganhei de presente do meu amigo e vizinho Batata, que é também, um cozinheiro de mão cheia.
“Abre parentesês
Aproveito para divulgar o bar do Batata, o Empório Minas e divulgo porque gosto. Um bar que tem música ao vivo variada, carnes assadas, bolinhos de todos os tipos como aperitivos, pingas de ótima qualidade da nossa região e o meu preferido, os caldos. Pra quem nunca foi lá, vale a pena. Ah, e feijoada aos sábados. O Empório Minas fica na Rua: Izau Rangel de Mendonça, 20, esquina com a Av. João Naves de Ávila, perto da UFU do Santa Mônica.
Fecha parentesês”
Bom, voltando ao escondidinho, aqui estão os ingredientes e o preparo, mas antes não posso deixar de citar e agradecer o auxílio da minha amiga Priscilinha, que me ensinou, ajudou e deu dicas super importantes na preparação do prato, que foi inédito na minha cozinha.

Ingredientes para receita de escondidinho de bacalhau

    • rendeu 12 cumbuquinhas de cerâmica
    • 1kg de bacalhau desfiado
    • 1 moranga inteira e grande
    • 3 colheres de requeijão cremoso
    • 1 cebola grande picadinha
    • alho picadinho
    • azeite de oliva extra virgem (nem preciso falar né… tem que ser do bom)
    • 2 colheres de manteiga sem sal
    • 2 sachês de caldo de legumes
    • sal à gosto
    • queijo parmesão ralado na hora
    • salsinha e cebolinha frescas
    • alecrim fresco
    • tempero para peixes da Companhia das Ervas

Preparo

Purê
Pique a moranga em cubos grandes e ferva um pouco, para a casca fica mole e ficar fácil de tirar. Escorra e retire a casca. Se quiser tirar com a moranga ainda crua, tudo bem, mas a casca é bem dura. Depois de tirar a casca, volte a moranga para uma nova água e coloque 2 sachês de caldo de legumes. Deixe cozinhar, escorra e amasse com o garfo. A moranga estará bem molinha.
Numa panela coloque metada da cebola picadinha e a manteiga. Deixe fritar um pouco e coloque a moranga picadinha. Mexa bem e coloque o requeijão. A mistura vai ficar docinha, acredite, achei que ia ficar forte. Tempero com um pouco de sal, mas cuidado, por causa do bacalhau. Desligue o fogo e reserve.
Bacalhau
Se o bacalhau estiver salgado, faça o processo para dessalgá-lo. Numa bacia com água filtrada e gelada, coloque o bacalhau e deixe descansar por 3h, escorra a água e coloque mais água. Normalmente eu faço 2 desalgadas, mas se precisar, faça 3. Escorra e reserve. Você pode comprar o bacalhau desalgado também. Numa frigideira grande coloque bastante azeite no fundo, o restante da cebola picadinha, o alho e deixe fritar um pouco. Adicione o bacalhau, misture bem e deixe cozinhar um pouco. O bacalhau vai soltar água, mas depois vai secar um pouco. Nessa hora, colocamos uma pitada de um tempero para peixes, da Companhia das Ervas e mais a cebolinha e salsinha picadinhas. Mexemos bem, deixamos secar mais um pouco (não muito) e desligamos o fogo.
Montagem
Você pode fazer num refratário grande ou se quiser dar um charme a mais, pode utilizar cumbucas pequenas que podem ir ao forno. Então vamos lá:

    • 1 camada de purê
    • 1 camada de bacalhau
    • outra de purê
    • outra de bacalhau
    • pra fechar uma última camada de purê
    • queijo ralado por cima
    • 1 raminho de alecrim para aromatizar

Leve ao forno por uns 30 minutos e sirva em seguida. Você pode servir ele sozinho mesmo, não precisa de mais nada. Um bom vinho branco ou um champagne acompanham bem. Vou dar a dica deles depois.
O negócio ficou tão bom que achamos o escondidinho rapidinho… rsrsrsrsrs… olha aí o que sobrou!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.