Todos os artigos com a tag: carnes

Receita de costela caramelizada

domingo, 27 março 2011


Oi Pessoal!
Já tinha eu tempo que eu tava querendo fazer uma costela. O Alceu adora, então eu não podia decepcionar na receita. Fui vasculhar os meus livros de culinária, pra ver se achava uma receita diferente e me deparei com uma costela suína caramelizada. Vou te falar a verdade, a minha foto ficou mais bonita que a do livro e o sabor, eu nem te conto. É muito fácil de fazer. Depois de pronta, você consegue sentir claramente os sabores do gengibre e da casca de laranja.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 11

Receita de contra-filé ao forno com batatas

segunda-feira, 20 setembro 2010

foto de uma travessa com pedaços de contra-filé ao forno com batatas assadas
Oi meus Amores!
Estes últimos dias estou trabalhando muuuuuito e as vezes, um pouco sem tempo para cozinhar, mas tinha deixado esse contra-filé ao forno com batatas para postar, porque ele ficou maravilhosa. Fiz ela tem umas 3 semana atrás.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 22

Dicas de cardápio para o Dia das Mães

quinta-feira, 06 maio 2010

Oi Pessoal! Bom Dia!
Família como a nossa, não existe.
Cada uma com suas manias, cada uma com seus problemas, cada uma com a sua essência. Tem família de 2, família de 3, família de 4 e até de 12. Tem família de 1 e família de 50.
Tem mãe que é pai e pai que é mãe. Tem mãe que está longe, mãe que está perto e mãe que já se foi. Mas neste próximo domingo tão especial, é dia de celebrar não só o Dia das Mães, mas o Dia da Família. Então, junte a sua família do seu jeito. Na sua casa, na casa da vó, na casa do irmão, na casa da tia ou na casa da mãe, enfim, seja qual for o lugar, festeje o amor e a alegria!

Pra ajudar vocês, que vão preparar um almoço de domingo muito especial em casa, preparei algumas sugestões do Cozinha Travessa, com entrada, prato principal e sobremesa. Tem pra todos os gostos é só escolher o seu preferido e montar um cardápio bem saboroso.

Aproveitem o final de semana e um Feliz Dia das Mães para todas das mamães, em especial para a minha Mãe, que se chama Marta, que além de ter me ensinado a cozinhar, sempre me apoiou e esteve ao meu lado, em todos os momentos da minha vida! Eu trabalho o dia todo na mesma sala que a minha mãe e meus irmãos Gui e Rafa também trabalham por perto, só o Fredy que fica mais longe, em Brasília. É muito engraçado isso, mas que mãe que não gostaria  de ter os filhos ao alcance da vista… rsrsrsrs… então Mãe, Feliz Dia das Mães! Amo você!

Vejam as receitas, clicando nos links:

Pepino Agridoce

Mousse de gorgonzola
Tomates recheados
Salada de figos frescos

Vejam as receitas, clicando nos links:

Espaguete com abobrinha e tomate uva
Risoto de calabresa e alho poró
Fraldinha ao forno e batatas com casca
Coquilles de bacalhau

Vejam as receitas, clicando nos links:

Mousse de maracujá e chocolate
Romeu e Julieta dos tempos modernos
Bolo de bolacha maria

Brigadeiro com sorteve de flocos

Comentar! Comentários: 5

Receita de linguiça de porco, picanha suína, legumes e gengibre

quarta-feira, 28 abril 2010

Já falamos aqui sobre os restinhos de carne dos churrascos que fazemos em casa, não é verdade?! Mas tem também, os restinhos de carne “sem assar” que sobram dos churrascos e vão só se acumulando em recepientes e saquinhos no freezer. Semana passada, eu estava com um destes restinhos e resolvi fazer um petisco rápido. Os meus restinhos eram um pedaço de linfguiça de porco e um pedaço de picanha suína. Numa frigideira, reguei com azeite e coloquei o pedaço da linguiça inteira e a picanha suína em cubinhos. Deixei fritar. Faz uma sujeirada no fogão, mas tudo bem. Depois de um tempo, tirei a linguiça, piquei em rodelas e voltei para a frigideira. Depois de quase pronto e bem fritinho (porque é carne de porco), adicionei cubos de pimentão amarelo, tomates cereja orgânicos picados ao meio, lâminas de gengibre (bem fininhas) e alho poró. Gente, ficou um sabor tão diferente e gostoso, que valeu a sujeira no fogão. Para finalizar, umas folhinhas de rúcula.

Comentar! Comentários: 2

Receita de Salada Verde com Broto de Alfafa

terça-feira, 02 março 2010

Esse aí foi o meu almoço de domingo. Ficou muito, muito bom Gente!
Semana passada, ganhei uma caixinha de broto de alfafa da Ana Flávia (minha amiga e professora de yoga). Como disse a Ana, o broto é energia pura, então pesquisei um pouco pra colocar aqui no blog pra vocês. O broto de alfafa é muito usado na culinária vegetariana e se você mora aqui em Uberlândia/MG, você encontra os brotos na SoBrottos, do Gervásio Gonçalves (34) 9963-2971. Além do broto de alfafa, ele também tem brotos de trigo, trevo e linhaça. Certeza que eu vou experimentar todos né!

Brotos = proteínas
As proteínas das plantas são facilmente assimiladas pelo corpo humano, são pobres em gorduras e praticamente não contém gordura saturada e colesterol. As proteínas são construídas de “blocos” chamados aminoácidos. Dos oito aminoácidos essenciais, os brotos de feijão (moyashi) são ricos em sete, superando a carne e o ovo em alguns casos. O broto de alfafa possui grande quantidade de substâncias bioflavonóides (antioxidantes naturais produzidos pela planta como mecanismo de proteção) que atuam como anticancerígenos nas células humanas. Vitaminas A, C e E, previnem a oxidação de gorduras no sangue, inibindo assim a formação de radicais livres no organismo. Os brotos são boas fontes dessas vitaminas, principalmente A e C. Possuem também alta concentração de minerais. São utilizados em dietas por atletas, substituindo a carne, além de ser utilizado como fitohormônio pelas pessoas que precisam de reposição hormonal e não podem fazê-lo através de produtos sintéticos.
Fonte: Blog tudo sobre plantas

Então, vamos ao que interessa. Fiz um filé mignon grelhado para acompanhar esta salada linda e saudável. Aproveitei também os figos frescos. Como é época, estão bem fáceis de ser encontrados. Lá no D’Ville tem.

Ingredientes (serve 2 pessoas)
– 4 folhas de
radicchio
– 2 folhas grandes de alface lisa
– 8 tomates cerejas partidos ao meio
– 4 figos frescos partidos ao meio
– folhas de manjericão roxo
– broto de alfafa
– gergelim
– mel
– azeite de oliva extra virgem
– sal

Preparo
Lave todas as folhas e legumes e reserve. Monte os 2 pratos individuais, assim: num prato grande coloque como base 1 folha grande de alface, depois 2 de radicchio, 4 tomates cerejas partidos no meio e as folhas de manjericão. Reserve. Unte uma frigideira com azeite e disponha os  figos virados para baixo. Jogue um pouco de mel em cima e deixe grelhar. Vire os figos, salpique gergelim e mais um pouco de azeite. Desligue o fogo e coloque os figos sobre a salada. Despeje o azeite da frigideira sobre a salada. Grelhe postas de filé e disponha no prato. Use o broto de alfafa para finalizar.

Comentar! Comentários: 2

Receita de Lombo Temperado e Arroz Aromático

sábado, 27 fevereiro 2010


Bom Dia! Ótimo final de semana pra vocês!
Uma vez dei a dica pra vocês do lombo temperado da Sadia, lembram?!
Então, é uma carne muito prática pra se ter no congelador. Um arroz para acompanhar e batatas assadas são o trio perfeito. Aproveitei pra fazer um arroz diferente que achei outro dia lá no D’Ville Supermercados. Um arroz aromático de jasmine. Gostei da cara dele e arrisquei. Comprei. Ele é igualzinho ao outro, mas o aroma é maravilhoso.

LOMBO TEMPERADO
Ingredientes
– 1 peça de lombo defumado temperado
– vinho branco para regar
– temperos variados para incrementar
– azeite de oliva extra virgem
– batatas com casca
– cebola em pétalas
– tomilho fresco
– pimenta de cheiro

Preparo
Descongele o lombo, retire-o da embalagem e coloque num refratário grande. Adicione os temperos à gosto e regue com um pouco de vinho branco. Numa bacia, misture as batatas e as cebolas. Tempere com um pouquinho de sal, tomilho, azeite de oliva e as pimentas de cheiro. Junte ao lombo, cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido. A medida que for assando, vá adicionando mais um pouco de vinho branco, pois o lombo fica muito seco. Depois, nas próximas olhadas, dê umas pinceladas por cima da carne, com o caldo que formar. Não esqueça de virar o lombo também. Passados quase 50 minutos, experimente um pedaçinho da carne pra ver se está bom. Se estiver bom, pode fatiar para montar os pratos.


Comentar! Comentários: 4

Receita de Arroz com Sobra de Churrasco

domingo, 14 fevereiro 2010

Oi Pessoal!
Quando a gente faz churrasco, sempre sobram aqueles pedaçinhos de carne, linguiçinha, etc. Eu nunca jogo fora, (um pecado jogar fora também né), guardo no congelador pra fazer um caldo depois ou até mesmo um arroz tipo carreteiro. E não tem quem não goste, porque fica uma delícia e você estará praticando o “não desperdício”. Faça isso da próxima vez, todos vão gostar… eu garanto.

Ingredientes
– pedaçinhos de carne (sobra de churrasco)
– arroz
– 3 tomates maduros picadinhos tipo vinagrete
– 2 caldos de carne
– pimenta de cheiro
– 1 cebola média picadinha
– alho picadinho
– queijo ralado
– sal à gosto

Preparo
Numa panela, coloque um fio de óleo e cebola e o alho picadinhos. Deixe dourar e acrescente os pedaçinhos de carne. Deixe dar uma fritadinha na carne, mas cuidado para não queimar, porque afinal de contas, a carne já foi assada. Depois, acrescente o arroz e os tomates em cubos. Misture bem e deixe refogar. Despeje água quente, como se você fazer um arroz normal. Acrescente os caldos de carne e deixe dissolver. Acrescente a pimenta de cheiro picadinha e sem sementes. Prove e veja se precisa acertar o sal. Tampe e espere o arroz cozinhar. Se necessário, acrescente um pouco mais de água, se o arroz estiver duro. Coloque num prato, decore com folhas de agrião e salpique queijo por cima.

Comentar! Comentários: 4

Receita de Lasanha de Berinjela

quarta-feira, 03 fevereiro 2010


Oh, a foto não ficou muito boa não, porque a lasanha despencou na hora de colocar no prato. Devia ter tirado a foto, logo que tirei a assadeira do forno. Mas tudo bem, porque o sabor ficou excelente. Se você quer diminuir o consumo de carboidratos, mas não quer deixar de comer uma deliciosa lasanha, substitua a massa tradicional da lasanha por berinjela. É simples e muito mais saudável.

Ingredientes
– 2 berinjelas grandes fatiadas
– 1 limão
– 300 gramas de mussarela fatiada
– 1/2 kg de carne moída
– 1 polpa de tomate
– alho e cebola picadinhos
– queijo minas curado ralado
– folha de manjericão fresco

Preparo
Numa panela coloque um fio de óleo, a cebola e alho picadinhos. Deixe dourar e acrescente a carne moída. Mexa bem e deixe a carne cozinhar. Vá mexendo de vez enquando, mas deixe a carne cozinhar bem, até começar a formar uma rapinha na panela. Acrescente a polpa de tomate e mexa. Acerte o sal e deixe cozinhar jogando umas folhas de manjericão. Pegue as berinjelas, lave bem e pique as fatias compridas e finas. O mais fino que você conseguir. Coloque numa vasilha com água filtra e esprema o limão para não ficarem escuras, até você começar a montar. Pegue uma assadeira ou refratário de vidro e começe a montagem. Uma camada de molho bolonhesa, uma de beringelas, uma de mussarela e uma de molho novamente e assim sucessivamente, até acabarem todos os ingredientes. Cubra com um papel alumínio e coloque no forno pré-aquecido. Depois de uns 30 minutos, tire o alumínio e deixe mais 15 a 20 minutos. Sirva quente com queijo ralado em cima.

Se quiser, você pode conferir a receita da lasanha tradicional e o passo a passo da montagem. Tá aqui!

Comentar! Comentários: 12

Receita de Filé Mignon Recheado com Bacalhau ao Vinho Tinto

terça-feira, 26 janeiro 2010


Inspirada num prato que comi na minha viagem para o Chile, fiz este filé sábado passado. Foi um pouco estranho quando comi o prato lá no Chile, mas depois vi que a combinação foi perfeita e muito sofisticada. Eu abusei da imaginação e incrementei. Vejam como foi esta experiência!

INGREDIENTES
– medalhão de filé mignon
– lascas de bacalhau desalgado
– 1 pimentão amarelo
– 1 punhado de vagem
– 1 punhado de amêndoas
– alho em flocos
– 1 taça de vinho tinto seco

PREPARO
Tempere o filé dá maneira que você está acostumada(o). Pegue as lascas do bacalhau, grelhe e reserve. Esquente uma frigideira ante-aderente, regue com azeite e disponha os filés. Não fique virando, deixe grelhar de um lado, depois de outro. Jogue os legumes picados e mexa, pra soltar a borra da carne que ficou grudada. Despeje a taça de vinho tinto e deixe ele entrar um pouco na carne. Retire os filés e coloque num refratário, senão eles ficarão duros e secos. Tampe a panela e deixe o vinho reduzir e os legumes cozinhar. Jogue as amêndoas e o alho em flocos e misture. Jogue tudo isso em cima dos filés, que você colocou no refratário. No meio dos filés, faça um corte e encaixe as lascas de bacalhau que estavam reservadas. Leve tudo isso ao forno, já aquecido e deixe por 10 minutos. Sirva com um arroz branquinho e pronto!

Comentar! Comentários: 4

Receita de Arroz Negro com Carré de Cordeiro

quinta-feira, 17 dezembro 2009

Olá Pessoal!
Outro dia, passeando pelo D’Ville do Karaíba (aliás, eu adoro passear pelos corredores do supermercado, pra ver coisas interessantes e me inspirar na cozinha, ainda mais o D’Ville que é recheado de novidades) comprei uma caixinha de arroz negro. Tinha um tempão que queria comprar, para experimentar, mas me faltava coragem, porque a bichinha é cara. Mas tudo bem, vida de gourmet é assim. Eu preciso inventar pratos diferentes pra mostrar pra vocês. Comprei o arroz e fiquei namorando ela na cozinha. Ontem, o Alceu se enpolgou e quis fazer o restante do carré de cordeiro, que estava congelado. Lembram que fiz outro dia, olha a receita aí. Pois bem, o Alceu tá virando especialista em temperar carne, foi ele então para a cozinha temperar a danada. Eu me esbanjei. Não era muito fã de carne de carneiro, até comer o carneirinho temperado pelo Alceu… rsrsrsrsrsrs… não posso ficar falando muito não, porque ele anda tão metido, vocês precisam ver. Ah, me perdoem, mas a foto não ficou tão boa, porque tinha esquecido a minha máquina no escritório, então tive que usar o celular.

ARROZ NEGRO
Ingredientes
– arroz negro (uma medida legal é usar 1 xícara de café para cada pessoa)
– cebola

– manteiga
– vinho branco
– caldo de carne

Preparo (lembrando que fiz apenas para 2 pessoas)
Ferva +ou- 1 litro de água e coloque 1 caldo de carne. Reserve. Numa panela, coloque uma colher bem cheia de manteiga e 1/2 cebola picadinha. Deixe corar um pouco e acrescente o arroz, sem lavar. Mexa bem por 1 minuto, regue com um pouco de vinho branco. Depois que o vinho evaporar, coloque umas 6 conchas de caldo de carne. Mexa bem e tampe. Deixe o arroz refogar por uns 30 minutos. Vá experimentando o grão e se precisar de mais caldo, coloque. Percebam que não coloquei sal, por causa do caldo de carne. Diferente do risoto, o arroz negro é um grão mais duro e não precisamos ficar mexendo como o risoto. Ele tem um cheio delicioso e sabor inconfundível, que lembra avelã ou amêndoas. É maravilhoso. Você pode fazer ele como risoto também, deixando mais molhadinho. Depois que a água secar e você perceber que o arroz está no ponto, desligue e sirva junto com a carne. Se você não gostar de carneiro, sirva com um filé ao molho de funghi, por exemplo. O arroz pede uma carne mais forte, por conta do seu sabor marcante.


CARRE DE CORDEIRO

Ingredientes
– carre de cordeiro
– sal grosso (usamos o Aji Sal)
– vinho branco
– pimenta em pó (pimenta em pó chamada Cayenne)
– azeite de oliva extra virgem
– alecrim fresco
– mel

Preparo
Use a quantidade de carne de acordo com o número de pessoas. Unte uma forma de alumínio e coloque as carres. Dessa vez o Alceu fez a mistura\ do tempero diferente. Regue a carne com vinho branco. Depois, numa cumbuquinha com socador, amasse as folhas de alecrim, um pouco de shoyo e o sal grosso. Jogue essa misturinha sobre as peças de carne. Salpique a pimenta e espalhe um pouco de mel. Cubra a forma com papel alumínio e no forno pré-aquecido leve por 40 minutos. Depois retire o papel alumínio, regue a carne com o caldo que soltar e volte para o forno por mais uns 15 minutos.

Comentar! Comentários: 6