Sucos de fruta para o bebê

Home / Receitas para crianças / Sucos de fruta para o bebê

Como falei pra vocês, Edu já está almoçando e jantando e a frutinha da tarde, passou para a manhã.
Edu sempre gostou de água, o que é muito bom, porque muitas crianças detestam beber água, mas agora, além da água, ele toma suco de fruta após as refeições e anda gostando bastante. Começei com a laranja da ilha, que é bem docinha e com o suco de cajú, indicações do pediatra. Tudo sem açúcar, é claro e logo na semana seguinte, já introduzi o suco de melão e o de melancia. ele adorou esses dois últimos.
Agora, quero fazer um suco de tangerina. Achei uma tangerinha importada no supermercado bem docinha e quero fazer pra ver se ele vai gostar.
Ainda não posso dar nada muito ácido nem azedo, como limão, maracujá, abacaxi, mas quem tiver mais dicas para sucos docinhos nessa fase, pode me falar que vou experimentando aos poucos.

Dica

Suco diluído – o idela é dar água ao bebê, mas se ele resistir, ofereça suco de frutas fraquinhos, diluídos em água. Isso porque o suco é calórico e pode estufar o bebê, sem fornecer os nutrientes necessários. Além disso, alguns sucos são ácidos demais e agridem o estômago do bebê. E como as frutas contêm muito açúcar podem acostumar mal o bebê e pior, provocar cárie.

Depois que passou a comer comida, meu bebê largou o peito. Como faço para ele voltar a mamar?

É importante o bebê continuar a mamar no peito ou na mamadeira até completar 1 ano. Se recusar o peito, ofereça a mamadeira. Procure ofecerer o peito nos momentos que ele buscar conforto e carinho, e não quando está com fome. A hora de dormir e logo ao acordar pela manhã são os momentos ideais para uma mamada longa e completa – nessas duas ocasiões ele pode obter quase tudo de que precisa. Experimente também dar o peito 1 hora antes da papinha, assim ele vai tomar o leite anterior e um pouco do leite posterior nutritivo quando já estiver com fome, e poderá comer mais tarde. Ofereça alimentos variados ao desmamá-lo.
Fonte de consulta: O Livro Essencial da Alimentação Infantil – Annabel Karmel

Deixe seu comentário para Cancelar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.