O que eu comi na noite do Reveilon?! Chile – Episódio 05

Home / Pessoal / O que eu comi na noite do Reveilon?! Chile – Episódio 05


Bom, continuando os episódios sobre o Chile, hoje vou contar pra vocês, o que comemos na noite do Reveilon. Passamos a noite da virada no Restaurante Aquarium, no Hotel Kennedy, hotel onde ficamos hospedados. Foi bem legal. As mesas tinham uns apetrechos de festa e em cada cadeira tinha um chapéu, feito de espuma, lindos. No começo serviram os pratos, cada um acompanhando um vinho diferente, tudo na calmaria e com uma música ambiente. Nossa mesa estava rodeada de mesas de brasileiros. Você logo saca que a pessoa é brasileira, parece que até o branco do olho é diferente… rsrsrsrsrs… enfim, não nos sentimos sozinhos, de maneira alguma. Eram umas 21h30 e aproveitamos para ligar para os familiares no Brasil e também para alguns amigos. Lá em Santiago tem Wi-Fi pra tudo quanto é lado, então o Alceu deixava o i-Phone em módulo avião e ligavamos através do Skype. Foi tudo de bom. Mas voltando aos pratos do reveilon, vejam a sequência. As fotos não ficaram boas, porque estava muito escuro e eu não tenho um flash adequado, mas dá pra vocês terem uma noção dos pratos. Como tinha cardápio na mesa, trouxe o nosso, para poder copiar direitinho o nome dos pratos.
Ostión en fondue de chocolate amargo con jengibre
Vinho: Chandon Extra Brut


Trilogia Del Mar: camarones del Ecuador especiados, con ensalada de centolla magallánica y espárragos blancos y mini carpaccio de atún rojo con aderezo de frutos de la pasión en aroma de pimenta rosada
Vinho: Sauvignon Blanc Reserva, Medalla Real de Vinã Santa Rita


Medallón de filete de res grillé en reducción de vinho Carménère y almendras enfiladas acompanãdo de créeme brulée de zanahoria y bombón de vegetales con salmón ahumado y queso provoleta
Vinho: Cabernet Sauvignon Reserva, Medalha Real de Vinã Santa Rita


Fiesta de Chocolate: Torta mousse de chocolate blanco y trufas aromatizadas, alungón de chocolate de leche, helado de chocolate y créeme brulée de chocolate amargo

Depois da cumelança, o bicho pegou. Minutos antes da virada, todos se encaminharam para a pista de dança e começou a contagem regressiva, aí meu povo, o negócio pipocou. Era uma mistura de músicas chilenas com músicas baianas… a galera ficou doida… rsrsrsrsrs… a gente dançava e ria pracaramba… rsrsrsrsrs… foi inesquecível!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.