Coleta Seletiva: faça a sua parte!

Publicado por Dani Oliveiraterça-feira, 21 outubro 2008

Na sessão ECOLOGICAMENTE CORRETO de hoje, vou falar sobre mais uma prática minha – a coleta seletiva. Na minha casa eu tenho os 5 lixos coloridos para fazer a coleta, pois no meu condomínio, temos a coleta semanal, com os tambores grandes, que ficam do lado de fora. Se você não tem, pode ligar na Prefeitura e se informar sobre esta coleta. Aqui em Uberlândia, tem o caminhão que pode passar na sua casa toda semana. É só você agendar.


Mas Dani, aí na foto só tem 4 lixos?! É porque o quinto lixo é o cinza e fica dentro da cozinha, para coletar os orgânicos. Pra quem mora em Uberlândia, eu comprei estes lixinhos na Castro Naves e custaram R$13,90 na época, mas já fazem uns 2 anos. As etiquetas indicativas eu comprei na papelaria mesmo. Talvez você encontre o lixo já silkado. Eu sempre uso também, o saco de lixo reciclado, que é este saco preto aí da foto, já que não utilizo aquelas sacolinhas de supermercado, pois uso as eco-bags nas minhas compras.

Então, chega de dúvidas na hora de separar os materiais para a reciclagem. Se você faz a coleta ou quer embarcar nesta idéia, aqui vão algumas dicas para te ajudar:

– Duas lixeiras em casa dão conta do recado. Uma para recicláveis e outra para orgânicos.
– Separar os recicláveis é mais simples do que parece. Entram nesta lista os plásticos em geral, papéis, vidros e metais (latas de bebidas e alimentos). Atente-se para remover os restos de comida, com um guardanapo usado ou com uma colher. No caso dos vidros, evite quebrá-los, para não causar acidentes com os catadores.
– Nas cidades, o lixo orgânico representa 40 a 60% do total de resíduos. São restos de comida, folhas e podas de jardim. No Brasil 1/3 dos alimentos vai para o lixo, por isso, é preciso combatermos o despedício dentro de casa. Uma opção é termos uma composteira em casa, para transformar o lixo orgânico em composto e adubo para plantas. Ao contrário do que se parece, ele não causa mau cheiro e o lixo é decomposto em poucos dias. Eu já vou começar a procurar a minha.
– O óleo de cozinha jamais pode ser descartado na pia, pois 1 litro de óleo usado contamina até 20mil litros de água. Uma opção é fazer sabão ou se preferir, coloque num recipiente usado e doe para alguma entidade que recicle óleo.
– As lâmpadas incandescentes (as comuns) não oferecem riscos ambientais, mas as fluorescentes, tem mercúrio e merecem um tratamento mais cuidadoso. Por isso, o melhor a fazer é embalá-las num saco plástico e colocá-las no lixo orgânico.
– As pilhas e baterias devem ser levadas as lojas, pois lá, eles tem um recipiente próprio para fazer a coleta, pois elas contêm metais perigosos.
– O isopor, dirferentemente do que se imagina, é reciclável e deve ser colocado juntamente com os plásticos. O EPS é o isopor mais rígido, encontrado nas embalagens de eletrônicos e eletrodomésticos. Já o XPS, menos resistente, é encontrado em copos e bandejas de alimentos.
– Restos de tinta, verniz, impermeabilizantes e resíduos de construção devem ser descartados em caçambas.
– Por mais que sua consciência esteja atenta para o problema do lixo, alguns materiais não devem ser colocados entre os recicláveis e sim acrescentados ao lixo orgânico. No grupo dos papéis não é possível reciclar celofane, fotografias, fitas e etiquetas adesivas, papel-carbono, papel vegetal, papel para fax e papéis encerados ou plastificados, além de papel higiênico, guardanapos e papéis muito engordurados. Já entre os plásticos, poucos ficam de fora e são eles: as embalagens plásticas metalizadas (de salgadinhos e biscoitos) e os plásticos chamados termofixos, usados na fabricação de alguns computadores, telefones e eletrodomésticos.
– Na família dos metais, quase tudo é reciclado, exceto as esponjas de aço, tachinhas, clipes, grampos, pregos e canos.
– Só mais um detalhe: alguns materiais vão para o lixo orgânico, como pudemos perceber, mas se na sua casa tiver um composteira, separe estes materiais em um saco.

Fonte: Revista Casa Cláudia – Outubro/2008

Seja consciente e embarque nestas grandes idéia, pois pequenas atitudes suas podem fazer a diferença para construirmos um mundo melhor para os nossos filhos… pense nisto!!!

Nesta receita você encontra:

Outros artigos e receitas como esta em:

Receitas e artigos relacionados:

6 pessoas comentaram

  1. segunda-feira 30 março 2009 às 00:54

    Deixa eu te perg, e o lixo que vc bota, em q sacola vc usa.. N é a do mercado ?

    Eu sou a favor das sacolas bags, mas fico pensando, onde vou colocar meu lixo ? nao so por isso, onde vou separar tudo …

    queria so uma explicacao ou como vc faz… pq fiquei muito encucado com isso tudo.

    Nao rejeito quem faca isso.

  2. leticia #1° quarta-feira 03 junho 2009 às 16:33

    Deixa eu te perg, e o lixo que vc bota, em q sacola vc usa.. N é a do mercado ?

    Eu sou a favor das sacolas bags, mas fico pensando, onde vou colocar meu lixo ? nao so por isso, onde vou separar tudo …

    queria so uma explicacao ou como vc faz… pq fiquei muito encucado com isso tudo.

    Nao rejeito quem faca isso.

  3. werner bazilio #2° sexta-feira 27 novembro 2009 às 11:11

    Vejam o Projeto Lixo Zero no site informado acima, com esta ação arrecadamos em 2009 17 toneladas de material reciclável com o programa de entrega voluntária.

  4. werner baziio #3° segunda-feira 09 agosto 2010 às 09:48

    Vejam nossas ações no site :www.comunidadebancodoplaneta.com.br e pesquise como Projeto Lixo Zero, onde utilizamos apenas um saco de ração ani mal que suporta até 10 kilos de lixo comum não reciclável. O material reciclável limpo e seco fica armazenado em Bags. meu email: wbazilio@sabesp.com.br

  5. werner baziio #4° segunda-feira 09 agosto 2010 às 09:53

    Todo nosso lixo reciclável é destinado para doação a Cooperativa Vitória da Penha – fone:2541-9298 – contato Sr. Massao que atende a toda a Zona Leste.

  6. werner bazilio #5° quinta-feira 29 setembro 2011 às 12:29

    Ser sustentável é poder fazer do lixo um ato de amor ao próximo com a doação de tudo o que pode ser reaproveitado para doação a Cooperativas de reciclagem. Em nossa residência geramos apenas 5 kilos de lixo por mês, apenas com a implantação da Coleta Seletiva e coleta de óleo de cozinha usado, onde doamos ó óleo para a Ong Biobrás e os materiais recicláveis limpos e secos são encaminhados para a Cooperativa Vitória da Penha- fone: 2541-9298 – contato: Sr. Massao. Nossa arrecadação em 2010 foi de 740 toneladas de material reciclável limpo e seco, e nossa meta para 2011 será de arrecadar mais de 900 toneladas com o Projeto Lixo Zero. Todas as nossas ações são divulgadas no site: http://www.comunidadebancodoplaneta.com.br – basta pesquisar como Projeto Lixo Zero. Fazemos coleta em qualquer local da Zona Leste, inclusive em condomínios, e não apoiamos empresas que tenham interesse financeiro na separação do lixo, pois nossa ação é somente social e sem fins lucrativos, nossa meta é apenas geração de trabalho e renda para famílias carentes e catadores de rua. wbazilio@sabesp.com.br

E você, o que achou? Comente!

  • * Você pode inserir estas tags no comentário: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>