Categoria: Receitas de Sopas, Caldos e Cremes

Receita de caldo de mandioca com carne

quinta-feira, 24 setembro 2009

Oi Gente!
Quem já me conhece um pouquinho, sabe o quanto eu gosto de um caldinho ou uma sopinha. Ontem, aqui na cidade, começou a chover antes das 18h e até fez um friozinho. A chuva continuou firme e chegando em casa, acabei morrendo num caldo. Esse é muito simples, de mandioca com carne bovina. Sempre tenho um pacote de mandioca no congelador, crua ou aquela mandioca que sobreou do último churrasco.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 8

Receita de Escaldado de Farinha de Mandioca

sábado, 05 setembro 2009


Esse é um prato com gostinho de infância gente. Minha mãe sempre fazia quando estava aquele friozinho gostoso. Foi uma receita que herdei e sempre gosto de fazer, mas agora quem me pede é o Alceu. Toda vez que chove ou faz frio e eu digo que quero fazer um caldo, ele pede o escaldado. Não é um prato bonito de fotografar, mas esse aí até que fico jeitoso, então foi a hora de mostrar pra vocês. Tem gente que faz com fubá, mas eu não gosto. Aprendi com minha mãe a fazer com farinha de rosca. Olha como é fácil.

Ingredientes
– 1 cebola média
– 1 colher de chá de alho
– 1 caldo de carne
– óleo de canola
– 1 chumaço de salsinha e cebolinha
– 2 ovos
– farinha de rosca de mandioca
– água filtrada

DICA PRA QUEBRAR O OVO
: sempre que for usar ovos nas receitas, quebre o ovo um a um, dentro de uma xícara. Aí você checa se o ovo tá bom, se não tá perdido e se não tá fedido. Só depois você acrescenta na receita. Já pensou você quebrar um ovo choco dentro da massa do bolo… eca… lixo na hora.

Preparo
Ferva água. Numa panela coloque o óleo, a cebola e o alho e deixe refogar. Jogue a água fervendo e misture. Não sei exatamente a quantidade, porque faço no olho, mas acho que 1 litro e pouquinho. Acrescente o caldo e deixe derreter. Depois, vá acrescentando a farinha de rosca bem aos poucos e NÃO PARE DE MEXER porque senão empelota. Se der algumas pelotinhas, desmanche com a colher. Você vai sentir a hora que tem que parar de colocar a farinha, porque ele vai engrossando. Lembre-se: menos farinha, mais ralo, mais farinha, mais grosso. Aí vai depender do seu gosto. E e o Alceu gostamos mais grosso. Depois você quebra os ovos dentro da panela e mistura, pra ele desmanchar e cozinhar. Acerte o sal se necessário e acrescente a salsinha bem picadinha. Se você quiser incrementar com um franguinho desfiado pode, mas aí você coloca caldo de galinha.

Comentar! Comentários: 6

Receita de Caldo de Abóbora Cambutiá e Couve

terça-feira, 25 agosto 2009


Quem frequenta aqui, sabe que eu adoro caldos, sopas e cremes. Esse caldo aí foi o último prato que reinou na minha cozinha antiga. Cozinha aliás, que fez a grande maioria dos pratos postados aqui. Uma cozinha muito especial.  Estava friozinho e resolvi fazer um caldinho pra despedir. É claro que não podiam faltar os vizinhos: Alcinete, Lígia, Rodrigo e Melzinha. E pra minha alegria e do Alceu, eles continuam sendo vizinhos e mais que amigos né. Mudamos de casa, ou melhor, de condomínio e só atravessamos a rua… rsrsrsrsrs… então, aproveitando a chuva o frio que tá aqui em Uberlândia/MG, aí vai a receitinha deste caldo de despedida, que na verdade foi só um tchau!!!

Ingredientes
– 1 abóbora cambutiá pequena
– 3 folhas de couve picadas fininha
– 3 caldos de carne
– 1 pedaço de carne (se tiver)
– pimenta de cheiro

Preparo
Pique a abóbora, mas não tire a casca, porque é dura demais e você pode machucar. Coloque numa panela e deixe ferventar. Quando ela começar a amolecer, escorra e aí sim retire a casca. Vai sair fácil. Na mesma panela que você ferventou a abóbora, coloque-a novamente (mas agora sem a casca. Acrescente 1 1/2 litro de água, os caldo e deixe ferver. Eu tinha 1 bife de picanha congelado, que sobrou de um churrasco. Descongelei, piquei em pedaços pequeninos e fritei na frigideira. Reservei. Quando a abóbora estiver bem molinha, você pode bater tudo (água e abóbora) no liquificador. Este dia eu quis amassar com o garfo, pra ela ficar um pouco mais sólida, então escorra com a espumadeira e coloque numa bacia rasa. Amasse com o garfo e volte para a água, que vai estar escura por causa do caldo de carne. Acrescente os pedaçinhos de carne, as pimentas de cheiro sem semente (ponho sem semente pra não arder, só pra dar aquele sabor delicioso da pimenta), acerte o sal, se necessário e deixe refogar um pouco. Se ficar grosso demais, você pode acrescentar mais água filtrada, isso vai depender do seu gosto. Depois, desligue o fogo, acrescente a couve picadinha e tampe a panela, enquanto você arruma a mesa. Sirva com queijo curado (aqueles que a gente compra na feira) e pra gostar, mais uma pimentinha.

Comentar! Comentários: 4

Receita de caldo de mandioquinha e calabresa

sexta-feira, 17 julho 2009


Bom Dia Gente!
Inspirada no blog da minha amiga blogueira Glau, fiz um caldo esta semana que ficou uma delícia. Caldo de mandioquinha, também conhecida como batata baróa ou batata salsa. Eu tinha só uma bandejinha da mandioquinha e como a freguesia estava grande no dia… rsrsrsrs… tive que usar a outra mandioca pra engrossar o danado do caldo. Então, anota aí pra você ver como é fácil.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 7

Receita de Creme de Palmito

sexta-feira, 05 junho 2009

Gente… que frio é esse que anda fazendo aqui em Uberlândia. Tá muuuuuuuito frio, mas eu ADORO. Essa semana lá no condomínio teve caldo e sopa quase todo dia. Segunda foi na casa da Lígia, terça na Alcinete e quarta foi a minha vez. Fiz um creme de palmito que queria fazer há tempos. Ficou delicioso. Olha aí a receita como é fácil. Eu achei a receita no Cyber Cook, mas dei uma modificada.

Ingredientes (serve 5 pessoas)
– 1 vidro de palmito (300gramas)
– 1L de leite integral
– 2 caldos de carne ou de legumes dissolvidos numa xícara de água morna
– 2 colheres de maisena
– 2 colheres bem cheias de manteiga
– 1/2 cebola picadinha
– 1 creme de leite

Preparo
Pique o palmito em pedaçinhos pequenos e reserve. Se algum palmito estiver com aquela casca dura, retire e coloque só o miolo. Junte o leite, a maisena e o caldo e bata no liquidificador. Numa panela, refogue a cebola com a manteiga e junte o líquido. Acrescente o palmito e deixe cozinhar. Fique de olho, porque o leite vai ferver, pode subir e sujar o seu fogão. Você não vai precisar colocar sal, por causa do caldo, mas se achar necessário, coloque. O palmito vai cozinhar e desmanchar um pouco. Quando der uma engrossada e o palmito estiver molinho, desligue o fogo e acrescente o creme de leite. Misture bem e sirva com queijo parmesão ralado.

Comentar! Comentários: 14

Receita de Molho Vermelho com Filés de Anchova

quinta-feira, 07 maio 2009

Gente, esse ditado é verdade: filhinho de peixe, peixinho é. Então, segue a minha adaptação: marido de gourmet, gourmezinho é… rsrsrsrsrs… Olha aí o Alceu se arriscando na cozinha. Ele inventou um molho vermelho delicioso. Foi difícil arrancar a receita “inventada” dele, mas eu consegui, de primeira mão pra vocês – MOLHO VERMELHO COM FILÉ DE ANCHOVA E MANJERICÃO. Olha como é simples:

Ingredientes
– 2 latas de molho de tomate pelado
– 1 cebola pequena
– 100ml de azeite de oliva extra virgem (do bom heim)
– 100ml de vinho branco
– 60gramas de  filés de anchova
– 1 colher de sopa rasa de alho picado
– 1 punhado de folhas de manjericão
– 1 colher de café de orégano desidratado
– 1 colher de café de molho de pimenta

Preparo
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.

A textura do molho fica perfeita. Segundo o Chef Alceu, ele servirá de base para você fazer com uma massa, bruschetas, pães e massas de pizza. Agora fala sério, ele não tá metido demais… rsrsrsrsrsrs… Eu guardei um pouco num vidro e deixei na geladeira pra ir usando, o restante coloquei em potinhos e congelei. Não sei falar pra vocês, quanto tempo o molho da geladeira vai durar, mas acredito que no máximo, umas duas semana.

Comentar! Comentários: 2

Receita de Caldo de mandioca e frango desfiado

domingo, 29 março 2009

Estes dias, não estou muito bem do estômago. Acho que é uma virose que anda pegando todo mundo e que tá parecendo gripe. Fui na gastro esta semana, com medo de ser algo mais grave, mas graças à Deus, não é nada. Tô tomando uns remédios e fazendo uma dieta, nada de feijão, leite, pão-de-queijo, café… tô light estes dias.

Ontem, cheguei em casa e a chuva despencou. Começou a fazer até um friozinho. Mas frio e mau estar não são motivos para eu tomar caldo. Por mim, tomo caldo sempre que dá vontade, pode tá fazendo o maior calor. Eu sou louca com caldos e sopas, sempre falo isso pra vocês quando posto estes pratos. E já descobri que tem muita gente que gosta também. Quando faço caldo, eu faço uma panelona, porque aí congelo. Então, mais uma receitinha para os amantes do caldo.

Ingredientes
– 1 pacote daqueles de mandioca congelada
– 3 colheres de sopa do
mix de ervas do Globo Repórter (ganhei da sogrinha)
– 2 xícaras bem cheias de frango desfiado (o frango desfiado que eu tinha já estava temperado)
– pimenta de cheiro (mas esse dia não coloquei, por conta do estômago)

Preparo
Numa panela grande, coloque a mandioca e cubra com água. Deixe cozinhar até amolecer. Despeje tudo no liquidificador (mandioca e água) e bata. Vai ficar um caldo “bem grosso”. Na mesma panela que você cozinhou a mandioca (assim você economiza água e ajuda a salvar o Planeta), coloque um pouco de óleo (eu sempre uso óleo de canola lá em casa) cebola e alho picadinhos. Deixe refogar. Despeje o caldo que você bateu no liquidificador. Mexa bem e acrescente 2 copos de água filtrada, pra dar uma raleada. Coloque 3 colheres do
mix de ervas do Globo Repórter e mexa bem. Acrescente o frango desfiado. O tempero da sogrinha já tinha sal, então não foi preciso colocar. Mexa bem e deixe cozinhar um pouco. Se você achar que precisa colocar mais água, coloque. Desligue e sirva em seguida, com torradas e queijo.Olha aí a cara do mix de ervas. O caldo ficou com um tom esverdeado por causa do tempero. Os pontinhos vermelhos não são pimenta e sim pimentão vermelho. É uma delícia, vale a pena pegar a receita e fazer.

Comentar! Comentários: 3

Receita de Sopa de Legumes

sexta-feira, 30 janeiro 2009

Oi Gente! Minha vida está muito corrida esta semana, pois como vocês puderam perceber (nos posts aí de baixo) estive em São Paulo participando de um evento semana passada. Até colocar tudo em dia, demora, por isso estou escrevendo só hoje. Por favor, me desculpem. Não gosto de demorar tanto tempo pra postar, mas sei que vocês são compreensivos e sempre fazem uma visita pra ver as novidades. Obrigada!
Bom, hoje vou postar uma das coisas que mais gosto – SOPA. Adoro sopas, caldos e cremes. Pode estar um calor de matar, que eu encaro um caldinho fácil, fácil.

Essa sopa tem todo um sabor de mãe. Aprendi a fazer com a minha. Ela fazia uma sopinha assim, quando o tempo esfriava e gente adorava… claro. Hoje faço pra matar a saudade e matar a vontade do meu marido Alceu, que também adora. Junte todos os legumes que você tiver em casa, uma carninha (que pode ser sobra) e pronto. Eu uso a panela de pressão, mas tem gente que tem medo de usar, então você pode fazer numa panela normal mesmo, só vai demorar um pouco mais para os legumes ficarem no ponto, mais vai ficar gostosa do mesmo jeito.

Ingredientes (esse dia usei estes, porque era o que eu tinha na minha geladeira)
– 4 tomates vermelhos
– 8 batatas médias
– 1 pimentão amarelo
– 6 jilós (ele deu um gostinho bem especial)
– folhas de repolho rasgadas
– carne picadinha
– 2 caldos de carne
– 2 colheres cheias de polpa de tomate
– 1 cebola média
– alho picadinho
– óleo
– sal
– salsinha e cebolinha
– pimenta de cheiro à gosto
– queijo parmesão e azeite Borges para finalizar

Preparo
Descasque, lave e pique os legumes. Reserve. Na panela de pressão (ou na normal) coloque um pouco de óleo, a cebola picadinha e o alho. Deixe refogar. Jogue a carne e deixe cozinhar. Eu sempre deixo a carne cozinhar bem, até fazer uma borra no fundo da panela, assim dá mais gosto na sopa. Depois coloque os legumes picados. Mexa bem para a carne misturar com os legumes. Despeje água quente até uns 3 dedos acima dos legumes. Coloque o caldo de carne e deixe dissolver (no caso do caldo em tablete). Acrescente as colheres de polpa de tomate e acerte o sal. Eu sempre ponho uma pimentinha de cheio, pra dar aquele sabor. Pronto, agora é só tampar a panela de pressão e deixar no fogo por +ou- uns 30 a 40 minutos. Depois, abra a torneira da pia e coloque a panela em baixo.  Vá soltando a rosca da tampa para pressão sair. É fácil. Você vai saber quando a pressão acabar. Agora é só abrir e conferir. Se precisar cozinhar mais um pouco, tampe e volte para o fogo mais uns 10 minutos. Ainda quero comprar aquela panela de pressão toda “chicoza”, aí não vou precisar enfiar debaixo da pia… hehehehe. Pra servir, salpique cebolinha e salsinha picadinhas e se gostar, rale um parmesão por cima e regue com azeite. Servir com fatias de pão, também é uma ótima pedida. Bom Apetite!

Comentar! Comentários: 9