Categoria: Receitas de Risotos

Receita de Risoto de Amora, com Carrê de Cordeiro

sexta-feira, 27 novembro 2009

Oi Gente!
Olha aí o prato que eu estava querendo fazer há muito tempo e o Alceu estava no pé. Ficou uma belezura de delícia… rsrsrsrsrs… Sou muito fã de risotos, adoro fazer, mas carne de carneiro eu torço um pouco o nariz, acho forte demais sabe, mas as que já experimentei foram aquelas de churrasco que dormem no tempero e ficam fortíssimas, mas depois dessa aí, que foi preparada pelo Alceu… rsrsrsrs… e foi um carre, acho que mudei o meu conceito.

RISOTO DE AMORA
Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
– 2 litros de caldo de legumes
– 1 punhado generoso de amoras frescas
– 1 pacote de queijo parmesão de boa qualidade
– sal à gosto

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Adicione as amoras e mexa bem. Quando o arroz estiver no ponto, adiocione o queijo ralado e mexa, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho.

CARRE DE CORDEIRO
Ingredientes
– carre de cordeiro
– sal grosso (usei o Aji Sal)
– vinho branco
– pimenta em pó (usei uma pimenta em pó chamada Cayenne)
– azeite de oliva extra virgem
– alecrim fresco

Preparo
Use a quantidade de carne de acordo com o número de pessoas. Unte uma forma de alumínio e coloque os carres. Salpique sal grosso (mas não muito). Depois regue com azeite, salpique a pimenta, regue com um pouquinho de vinho e coloque os ramos de alecrim para aromatizar. Tampe com um papel alumínio e leve ao forno quente por +ou- 1 hora. Fique de olho, pois o carre é uma carne bem sensível.

Comentar! Comentários: 5

Receita de Risoto de Carne à Mineira

segunda-feira, 14 setembro 2009

Bom Dia Gente!|
Que vocês tenham uma excelente semana pela frente!
Bom, outro dia fizemos um churrasco em casa e sobrou umas 600 gramas de fraldinha, já assada na brasa. Piquei em pedaços pequenos (tipo strogonoff) e guardei na geladeira. Estava querendo fazer um carreteiro, mas surgiu a idéia de mais um risoto (aliás, o Alceu que implicou com o carreteiro, queria risoto e pronto) Pois bem, lá vou eu para as panelas. Resolvi fazer uma mistura e acrescentei alguns legumes (não podia me dar como vencida, fiz as misturas do carreito, com o arroz arbóreo) A receita estava indo bem, aí o Alceu foi me ajudar a mexer o risoto e escondido de mim, colocou uma taça de vinho tinto, já no meio meio do processo, quando eu já estava adionando o caldo… e o negócio ficou uma beleza gente. Olha aí a foto pra comprovar. Vou passar pra vocês a receita como ela realmente foi, mas quando fizerem, acho que não precisa acrescentar o vinho branco, somente o tinto, mas se quiserem repetir a “arte” do Alceu, tá valendo… rsrsrs…

Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola grande cortada bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
– 1 taça de vinho tinto seco de boa qualidade
– 2 litros de caldo de carne
– 600 gramas de carne bovina cortada em tiras
– 1 abobrinha sem casca e cortada em rodelas bem fininhas

– 1 pimentão amarelo cortado em tirinhas
– 1 pimentão vermelho
cortado em tirinhas

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela, acrescente 1 colher de manteiga e metade da cebola e jogue os legumes fatiados e carne. Mexa bem, deixe refogar e reserve. Numa outra panela “grande” aqueça o restante da manteiga e da cebola. Aumente o fogo e adicione o arroz até que comece a fritar. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. FOI NESSA HORA QUE ALCEU ACRESCENTOU O VINHO TINTO. Essa etapa deve demorar uns 15 a 20 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Adicione na panela o refogado de legumes e carne. Mexa bem e deixe cozinhar mais um pouco, adiconando mais caldo se necessaário. Experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal, mas provavelmente não vai precisar. Nesta receita eu não coloquei a manteiga no final (para o brilho), nem queijo. Depois de pronto, é servir e se deliciar.
Comentar! Comentários: 11

Receita de Risoto de calabresa com Alho Poró

sexta-feira, 04 setembro 2009


Oi pra vocês nesta tarde chuvosa aqui de Uberlândia/MG.
Mas será que o final de semana com feriado promete??? Bom, pelo menos a previsão que vi na TV foi de chuva, mas tá valendo, porque essa poeira tá de matar. Então, chega de prosa e vamos a receita de hoje: Risoto de Calabresa e Alho Poró.

Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
– 2 litros de caldo de carne
– 4 calabresas cortadas em rodelas e ao meio
– 1 alho poró picado em rodelas finas

– 1 pacote de queijo parmesão de boa qualidade
– sal à gosto

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e o alho poró e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz até que começe a fritar. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 a 20 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Numa outra panela, frite a calabresa sem nada. somente jogue ela na panela e vá mexendo. Depois, adicione-a na panela do arroz e mexa bem. Quando o arroz estiver no ponto, adiocione o queijo ralado e mexa, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho. Você pode servir este risoto sozinho, pois ele já tem carne. Um vinho tinto vai bem para acompanhar.
Comentar! Comentários: 5

Receita de risoto de palmito

quarta-feira, 15 julho 2009

Olá Pessoas!!!
Hoje, mais uma receitinha de risoto, que ficou muito especial. Eu não me canso de fazer risotos gente e também de colocar a receita inteirinha pra vocês, todas as vezes que faço um. O prato é mesmo uma delícia e hoje em dia, anda sendo um dos meus favoritos. Mas não me venha com arroz normal heim… risoto mesmo é com arroz para risoto. Quando comecei a cozinhar, eu fazia arroz normal e colocava requeijão ou leite pra ficar molhadinho, mas foi um período rápido (graças à Deus) até eu conhecer o arroz arbóreo e me arriscar de vez. O próximo já está na lista. Risoto com vinho tinto e sei lá o que… rsrsrsrs… ainda vou dar uma pesquisada, mas não tenho dúvidas de que ficará bom.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 27

Risoto de Gorgonzola e Pêra

quinta-feira, 09 julho 2009

Hoje vou postar mais um risoto que foi um sucesso… rsrsrsrsrsrs… graças à Deus. Esse aí eu tava querendo fazer há muito tempo. É um risoto de gorgonzola com pêra, foi até uma sugestão da Laurence. A receita vai nozes, mas não coloquei porque não tinha. Ah, no dia desse prato, não tinha vinho branco lá em casa e sabem o que usei… PINGA… podem acreditar…. rsrsrsrsrs… ficou ótimo!!!

Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
– 2 litros de caldo de legumes (eu utilizo o sachê de caldo de legumes porque fazer o caldo dá muito trabalho, mas quem quiser se arriscar e tiver tempo, fique à vontade)
– 100gramas de queijo gorgonzola
– 1 pêra picada em fatias finas (pique a pêra na hora, senão ela escurece)
– sal à gosto

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Adicione o gorgonzola “espedaçado” e mexa bem para derreter. Quando o arroz estiver no ponto, adiocione as fatias de pêra e mexa, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho. Pronto, agora decore o prato com algumas fatias de pêra e sirva imediatamente. Uma carne ao forno vai bem para acompanhar.
Comentar! Comentários: 6

Receita de Risoto de Abacaxi e Lombo Temperado

quinta-feira, 18 junho 2009

Eu estava com vontade de fazer um risoto diferente e pensei num abacaxi com pêra. Mas não podia fazer só o risoto, tinha que ter uma carne pra acompanhar. Por sugestão do meu amigo e vizinho Rodrigo, o lombo seria uma ótima pedida, já que tinha abacaxi no risoto. Depois, fui trocar uma idéia com o meu amigo Marcel Gussoni e ele me disse pra não misturar a pêra no risoto, porque o sabor dela iria sumir. Ele me aconselhou usá-la na decoração. Palpites dados e consultas realizadas, aí está o risoto de abacaxi que ficou simplesmente M A R A V I L H O S O e o lombo temperado que usamos alguns temperos importados que ganhei de presente do Alceu… ah, aliás aqui está a foto de três, mas este final de semana, vou tirar a foto de todos pra mostrar pra vocês. Tô muito metida com estes temperos gente… rsrsrsrsrsrsrs… como disse o Alceu, o nome do post deveria ser: Abacaxi do Monte Alegre e Sal do Pacífico… rsrsrsrsrsrs…

RISOTO DE ABACAXI
Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
– 2 litros de caldo de legumes (eu utilizo o sachê de caldo de legumes porque fazer o caldo dá muito trabalho, mas quem quiser se arriscar e tiver tempo, fique à vontade)
– 1/2 abacaxi contado em pequenos pedaços
– 1/2 pacotinho de queijo parmesão de boa qualidade
– sal à gosto

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Adicione o abacaxi e mexa bem. Quando o arroz estiver no ponto, adiocione o queijo e mexa, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho.

LOMBO TEMPERADO
Ingredientes
– 1 peça de lombo defumado temperado
– vinho branco para regar
– temperos importados

Preparo
Retire o lombo da embalagem e coloque num refratário grande. Adicione os temperos à gosto e regue com um pouco de vinho branco. Leve ao forno. A medida que for assando, vá adicionando mais um pouco de vinho branco, pois o lombo fica muito seco. Depois, nas próximas olhadas, dê umas pinceladas por cima da carne, com o caldo que formar. Não esqueça de virar o lombo também. Passados quase 50 minutos, experimente um pedaçinho da carne pra ver se está bom. Se estiver, pode fatiar para montar os pratos.

Para a montagem, o Marcel tinha me dito pra fazer uma calda pra colocar em cima da pêra… ahaha… mas quem disse que eu, a Lígia e Alcinete conseguimos fazer… depois me manda a receita disso Marcel, porque pra doces eu sou uma negação. Mas enfim, usei as pêras cortadas em leque na montagem do prato, coloquei um pedaço de lombo fatiado e uma porção do risoto. Quem comeu pode dar o veredito final pra vocês!

Comentar! Comentários: 8

Receita de Risoto de Tomate Seco e Rúcula

terça-feira, 26 maio 2009

Oi Pessoal!!!
O risoto realmente é um prato que caiu na graça do meu paladar. Só meu não né, do Alceu também e volta e meia ele me pede pra fazer um risotinho. Nunca falta arroz arbóreo lá em casa, ele tá na lista de compra do mês… rsrsrsrsrsrs… faço muito risoto, mas às vezes repito muito os favoritos, por isso não tem tantos aqui no blog, mas agora estou partindo para receitas variadas, afinal, preciso mostrar sempre conteúdo novo para vocês. Esse aí da foto foi um risoto delicioso de tomate seco e rúcula. Uma dobradinha infalível.

Ingredientes (receita para 6 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade*
– 2 litros de caldo de legumes (eu utilizo o
sachê de caldo de legumes)
– 300gramas de tomate seco
– algumas colhas de rúcula
– sal à gosto

*EU FIZ E DEU CERTO: Não tinha vinho branco aí coloquei um pouquinho de wishky. Acho que colocaria pinga também, mas só pensei depois de ter colocado o wishky.

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Escorra e pique o tomate seco e também a rúcula e acrescente ao arroz. Mexa bem. Quando o arroz estiver no ponto, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará a dar brilho no seu risoto. Desligue o fogo e já pode apreciar… sem moderação… rsrsrsrs…

Comentar! Comentários: 13

Receita de Risoto de Funghi Secchi

quinta-feira, 23 abril 2009


Quem passa por aqui, sabe que eu gosto muito de risotos. Domingo passado, fiz esse aí, de funghi seco. É um risoto forte, pois os cogumêlos tem sabores marcantes e muito ricos em proteína. Uma ótima pedida para os vegetarianos, pois substitui muito bem a carne. Então, aí vai a receita completa para você se deliciar.

Ingredientes (receita para 4 pessoas)
– 1/2kg de arroz arbóreo (arroz para risoto)
– 1 cebola pequena corta bem miudinha
– 3 colheres de manteiga sem sal + 1 colher cheia para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
(às vezes roubo um pouco de vinho quando estão bebendo vinho branco)
– 2 litros de caldo de legumes (eu utilizo o
sachê de caldo de legumes)
– 1 mão cheia de funghi secchi
– sal à gosto

Pré-preparo do funghi
Numa vasilha com água coloque o funghi para hidratar, uns 20 minutos antes de começar a preparar o risoto. Olha aí o aspecto dele, antes de hidratar. É esquisito mesmo, afinal, são cogumelos secos, ou melhor dizendo, fugos desenvolvidos.


Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça as 2 colheres de manteiga. Adicione a cebola e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando e continue mexendo.

Etapa 3
Retire o funghi da água e pique os pedaços maiores. Acrescente o funghi no risoto e mexa bem. O funghi irá tingir o arroz. Quando o arroz estiver no ponto, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a última colher de manteiga, que deverá deve estar gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará a dar brilho no seu risoto. Desligue o fogo e já pode apreciar… sem moração… rsrsrsrs…

Comentar! Comentários: 40

Receita de Risoto Mineiro de Bacalhau

quinta-feira, 09 abril 2009


Pra fechar a Semana Santa, na véspera da Sexta-feira Santa, aqui vai mais uma receita de bacalhau pra vocês e mais uma super dica do Cléssio Murilo. Duas bandejinhas de bacalhau desfiado dão conta do recado e se você gosta do peixe, não vai passar vergonha nessa Quaresma. Se quiser conferir outras delícias de bacalhau, tem também: bacalhau desfiado ao forno, risoto de bacalhau, macarrão alho e óleo com bacalhau desfiado, escondinho de bacalhau com purê de moranga e lombo de bacalhau ao forno. Tem muita variedade, é só você escolher a sua favorita.

Ingredientes (essa reeceita foi para 10 pessoas)
– arroz branco pronto (a medida foram 6 copos de arroz cru)
– 1kg de bacalhau dessalgado desfiado
– 250ml de azeite de oliva extra virgem
– 10 azeitonas pretas grandes ou 20 da azeitona portuguesa (que é aquela pequena)
– 1 cartela de ovos de codorna cozidos
– 1/2 pimentão amarelo
– 1/2 pimentão verde
– 1/2 pimentão vermelho
– 2 cebolas médias picadinhas
– extrato de tomate (prestigiando o meu padrinho, usei o da Jurema)


Preparo
Primeiramente, faça o arroz branco normalmente e reserve. Numa panela grande coloque o azeite e as cebolas picadinhas (não rale a cebola). Deixe fritar um pouco. Acrescente os pimentões picados em tirinhas. Deixe fritar mais. Acrescente o bacalhau dessalgado, misture bem e deixe cozinhar. Quando você colocar o bacalhau, o azeite vai sumir, mas depois de uns 2 minutos ele aparece de novo. Mexa delicadamente de vez enquando. Acrescente 2 colheres bem cheias de extrato de tomate e mexa. Deixe dar mais uma refogada e acrescente o arroz branco já pronto. Misture bem, até o bacalhau incorporar em todo o arroz. acrescente mais uma colher de sopa de extrato, as azeitonas e os ovos de codorna cozidos. Mexa tudo mais um pouco e sirva. Se achar necessário (o que não deve acontecer) acerte o sal.

Comentar! Comentários: 5

Receita de Risoto de Alho Poró, Limão e Queijo Parmesão

segunda-feira, 16 março 2009

Boa Tarde Pessoal!
Pra começar a semana com bom humor, resolvi postar neste fim de tarde, um risotinho pra vocês. Aliás, a pedidos constantes do meu marido, ando fazendo muitos risotos ultimamente… coisa chata né… rsrsrsrsrs. Esse aí, foi uma receita adaptada do livro da Rita Lobo – A conversa chegou à cozinha – crônicas e receitas, livro aliás que ganhei de presente da Editora Ediouro e que em breve vou mostrar aqui no blog pra vocês. Então, vamos a minha versão da receita, que fiz no rancho da Priscila e do Cléssio, para nada mais, nada menos, que 10 pessoas… famintas… rsrsrsrsr… e muitas acessoras na cozinha =)

Ingredientes (receita para 10 pessoas)
– 1kg de arroz arbóreo (arroz para risoto – 1 caixinha)
– 1 maço grande de alho poró picado em rodelas
– suco de 2 a 3 limões taiti
– 1 cebola grande ralada ou picada miudinha
– alho picadinho
– 1/2 tablete de manteiga sem sal + 1/4 para finalizar
– 1 taça de vinho branco seco de boa qualidade
(às vezes roubo um pouco de vinho quando estão bebendo vinho branco)
– queijo parmesão ralado de boa qualidade (um pedaço generoso viu)
– 3 litros de caldo de legumes
(3 litros de água + 4 a 5 tabletes ou sachês de caldo de legumes)
– fatias de limão e queijo camembert para decorar (à gosto)
– sal à gosto

Preparo
Etapa 1
Aqueça o caldo. Em uma outra panela “grande” aqueça o 1/2 tablete de manteiga. Adicione a cebola, o alho, o alho poró e refogue. A partir daí a receita pede a sua atenção total e você não deve se afastar da panela. Aumente o fogo e adicione o arroz e comece a fritá-lo. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco sem parar de mexer. Ele vai chiar e você deve misturar todos os ingredientes da panela, nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar. Após este ponto acrescente o suco dos limões, mexa bem e vamos para a segunda etapa.

Etapa 2
Assim que o vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais caldo a medida que ele for evaporando, tome cuidado para que ele não fique com muito caldo e fique empapado demais. Essa etapa deve demorar uns 15 minutos. Vá experimentando o arroz e observando a textura. Reduza aos poucos a quantidade de líquido que vai acrescentando, de modo que quando ele estiver al dente, fique levemente úmido, mas sem caldo. Acrescente o queijo parmesão ralado, antes de terminar de acrescentar o caldo. Você pode não usar os 3 litros de caldo, mas talvez use.

Etapa 3
Quando o arroz estiver no ponto, abaixe o fogo e experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Se sim, adicione uma pitada e prove novamente. Adicione a o restante da manteiga “gelada” no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará a dar brilho no seu risoto. Desligue o fogo, monte os pratos com as rodelas de limão conforme a foto e sirva imediatamente. Pra incrementar, coloquei 2 fatias pequeninas de queijo camembert… só pra fazer um charme… rsrsrsrsrs…

Dica do Cléssio: Ralar um pouco de nóz moscada antes da última mexida.

Comentar! Comentários: 18