Categoria: Receitas de Acompanhamentos

Receita de torta de batatas ao forno

sexta-feira, 22 outubro 2010

foto da torta de batatas de forno

Dia destes, postei uma torta de batatas que eu inventei, lembram?!
O pessoal gostou, acho que deu IBOPE. Então hoje, vou postar a famosa torta de batatas do meu primo João Paulo, que eu genericamente, tentei descobrir como era a receita.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 12

Receita de torta de batatas em rodelas com frango desfiado

sexta-feira, 01 outubro 2010

foto de um pedaço de torta de batatas em rodelas com frango desfiado
Ontem à noite, já um pouco nervosa com as aleluias tentando invadir a casa por causa da luz e de bobeira vendo o jornal, levantei num roupante de ânimo e resolvi ver o que tinha na geladeira. Batatas e frango desfiado no congelador. Com preguiça de procurar uma receita, inventei alguma coisa e saiu uma torta bem fácil de preparar.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 5

Receita de carré de cordeiro com purê de mandioquinha

terça-feira, 10 agosto 2010

foto de um prato com purê de mandioquinha no centro, molho de vinho branco e shoyo em volta e carré de cordeiro com folhas de alecrim
Final de semana dos pais, ficamos mais sossegados em casa, aliás, sossêgo tem sido a palavra de ordem. O Papaizinho dessa casa, queria um prato especial e bem suculento, também né, tinhamos acabado de ver dois filmes, que ganhei numa promoção super bacana do Vamos Cozinhar. Continue Lendo

Comentar! Comentários: 10

Receita de arroz Japônico com contra-filé ao forno

sexta-feira, 23 julho 2010

foto de um prato com um bowl contendo arroz japônico e cream cheese e um pedaço de contra filé

Oi Gente!
Esse arroz japônico aí é uma coqueluche, porque ele tem um sabor bem diferente e amendoado. Compramos lá no Empório Santa Luzia, em São Paulo. É tipo o arroz negro, mas o grão dele fica um pouco mais macio. Pra acompanhar, apostei numa peça de contra-filé ao forno e coloquei uns temperinhos diferentes. Olha aí como ficou bom. Continue Lendo

Comentar! Comentários: 2

TV Travessa: Arroz, carne refogada e farofa de abobrinha

terça-feira, 20 julho 2010

Oi Pessoal!
Há muito tempos, alguns leitores me pedem aqui e pelo Twitter, para que eu ensine a fazer arroz e etc. Então, resolvi fazer um TV Travessa com gostinho de casa de mãe. Fiz um arroz, uma carne refogada com molho de tomate e uma farofa de abobrinha. Olha como ficou legal. Espero que gostem!

Comentar! Comentários: 7

Receita de omelete de mussarela e alho poró

terça-feira, 06 julho 2010


Bom  Dia Pessoal!
Ontem chegamos em casa e fomos assistir Alice no País das Maravilhas. Estava louca pra ver (adorei) mas antes de tudo, banho e algo para comer, porque estava faminta. Resolvi fazer uma omelete de mussarela e alho poró, pra acompanhar, uma saladinha de palmito e milho. Eu tenho uma frigideira omeleteira de 12cm de diâmetro de teflon, que é ótima. Nem muito grande, nem muito pequena. Uso ela pra isto e para fritar ovo. É ótima, porque é barata e você encontra em qualquer supermercado. Vale a pena ter uma em casa. Você pode variar a omelete com o recheio que quiser, é só dar uma vasculhada na geladeira e ver o que tem.

Ingredientes (para cada omelete)
– 2 ovos caipiras
– 1 tiquinho de leite integral (aprendi isso no hotel)
– 1 pitada de sal
– 1 pitada de pó royal
– 1 fatia de mussarela em tirinhas finas
– alho poró em rodelinhas finas

Preparo
Num bowl acrescente todos os ingredientes e bata com o foue ou um garfo. Apesar de teflon eu sempre coloco um fio de azeite na frigideira. Asse dos dois lados e sirva. Peguei uma foto no google para mostrar pra vocês como é a frigideira omeleteira. Olha aí. Assou de um lado é só você fechar a panelinha e virar. Simples e não desmancha a sua omelete, caso você não tenha prática.

Comentar! Comentários: 8

Receita de feijão tropeiro

segunda-feira, 21 junho 2010

Oi Gente!
Graças à Deus a semana de enjoos durou pouco. Tomará que não volte. Começou terça-feira passada e durou até sábado. Domingo eu já levantei outra pessoa, mas também, eu rezei tanto pra melhor, que acho que deu certo. Ontem, domingão de copa, assistimos o jogo em casa e recebemos alguns amigos, então, eu tinha que melhorar, porque precisa ir pra cozinha. Mas deu tudo certo. O cardápio foi sugestão do Alceu, claro, ele sempre me ajuda na hora de escolher o que fazer e foi a primeira vez que fiz um feijão tropeiro e até que ficou bom. Não sei se segui a receita certinha, mas fui pela intuição. Pra acompanhar, fiz a famosa farofa de maracujá, que é sucesso absoluto e arroz carreteiro com jiló, que ficou um desbunde. Olha aí então, a receita do meu primeiro feijão tropeiro.

Ingredientes
– 1/2kg de feijão jalo
– 2 mãozadas genorosas de couve picadinha
– farinha de mandioca com bijú
– 1 cebola grande picadinha
– azeite de oliva extra virgem
– 2 calabresas fatiadas finamente
– alho em lascas
– folhas de louro
– sal marinho

Preparo
Cozinhe o feijão na pressão com folhas de louro. Não deixe cozinhar muito, porque senão, você não consegue o ponto do tropeiro e sim de tutu. Escorra a água do feijão e reverse.  Numa frigideira funda e grande forre o fundo com azeite e adicione a cebola. Deixe dourar. Jogue o feijão (sem caldo) e mexa deixando refogar bem. Acrescente as calabresas fatiadas já fritas e sem óleo. Mexa bem. Adicione a farinha de madioca. Não sei te falar o quanto, mas você vai perceber quanto, tenho certeza. Acerte o sal e acrescente a couve. Pronto. Se você quiser, pode jogar ovos cozidos e fatiados por cima. Eu não tinha, por isso não coloquei. Resultado do meu feijão tropeiro: não sobrou!


O arroz com carne é simples, já fiz aqui pra vocês lembram, a diferença é que acrescentei o jiló fatiado em gomos, na hora do cozimento. Pra quem não gosta de jiló, não tem efeito algum, não pega o gosto no arroz, mas pra quem gosta, o jiló fica maravilhoso. Como fiz a farofa de maracujá, usei bacon e não joguei a gordura fora, depois aproveitei ela pra refogar o arroz. Um veneno (eu sei), mas de vez enquando, não faz mal né… rsrsrsrs…

Comentar! Comentários: 10

Receita de costela suína e arroz negro japônico

domingo, 23 maio 2010

foto de um prato com um pedaço de uma costela suína assada arroz negro japonico e um ramo de alecrim para decorar
Compramos este arroz aí, lá no Empório Santa Luzia, em São Paulo. O Alceu tava doído pra experimentar, mas quebramos a cabeça pra achar uma carne que seria forte. Ligamos para o Rodrigo, que já estava na rua e fizemos a encomenda de uma costela suína. Esse arroz negro japonico é bem aromático. Foi desenvolvido na Califórnia a partir de sementes japonesas. É a combinação de dois tipos de arroz cultivados no mesmo campo formando arroz mogno (marrom). O arroz proporciona uma suculenta textura, um sabor exótico parecido com o sabor do cogumelo e um doce apimentado. É mais suave e macio que o arroz negro. Como já tinha feito o arroz negro uma vez, antes, coloquei ele de molho na água pra amaciar o grão (dica do Alceu). O tempero da carne foi especial e fez a diferença. Com a ajuda do Rodrigo, temperamos, fechamos com alumínio e direto pro forno. A carne demorou bastante pra assar, então, se for testar a receita, não faça muito tarde pra você não comer de madrugada… rsrsrs… Um Crios de Susana Baldo – Cabernet Sauvignon acampanhou bem o prato.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 5

Receita de arroz 7 grãos com cebola roxa e frango desfiado

quinta-feira, 20 maio 2010

Bom Dia Pessoal!
Mais uma receitinha pra agradar os meus leitores adeptos a comida natureba.
Outro dia comprei o arroz 7 grãos pra fazer o meu jantar tailandês (não sei se vocês lembram). Ele é muito saboroso, além de saudável, claro. Dá pra fazer um monte de combinação com ele. Esse dia aí, coloquei o frango desfiado (porque tinha um pouco congelado), mas acrescentei cebola roxa fatiada “bem fininha” e um cream cheese com uma amêndoa para decorar. Servi com entrada. O pessoal adorou! então, confere aí a receita de arroz 7 grãos, com cebola roxa e frango desfiado.
Continue Lendo

Comentar! Comentários: 5

Receita de panqueca

quarta-feira, 19 maio 2010


Há tempos eu procurava uma receita de panqueca diferente da minha, principalmente para fazer no café-da-manhã. Navegando pelo Quitandoca, da minha amiga Glau, achei o que estava procurando.
É uma massa que tem mais ingredientes. Não apenas ovo, leite e farinha de trigo como a que costumo fazer, mas eu gostei demais, porque ela fica tão fofinha e pela consistência da massa, dá pra fazer ela menorzinha, o que dá um charme à mais no café-da-manhã.

Ingredientes
– 160 gramas de farinha de trigo
– 335 ml de leite
– 20 gramas de açúcar
– 15 gramas de bicabornato de sódio
– 2 gemas
– 15 gramas de manteiga sem sal derretida
– 2 claras em neve
– 2 gramas de fermento em pó
* Eu preciso comprar uma balança digital para a minha cozinha. Vou falar a verdade, essas quantidades aí, eu fiz tudo no olho e com a ajuda do copo medidor. Fico ótimo e acho que me dei bem.

Preparo
Numa tigela coloque o açúcar e o bicabornato e peneira a farinha e o fermento. Junte as gemas aos poucos e misture com a ajuda do fouet. Acrescente o leite delicadamente, batendo sem parar. Adicione a manteiga derretida e misture mais. Passe essa massa por uma peneira, para que ela fique lisinha. Por último, incorpore as claras em neve. Unte uma frigideira antiaderente, encha uma concha e despeje no centro da frigideira delicadamente. Quando estiver pronta de um lado, vire para que cozinhe do outro lado. O recheio fica por sua conta. Eu usei nutella, geléia de amora e requeijão cremoso.

Comentar! Comentários: 8