Cafés com sabores autorais são lançados em Uberlândia

Publicado por Dani Oliveirasábado, 15 abril 2017

Oi Gente!
Inaugurando uma nova categoria aqui no blog O QUE ROLA POR AÍ, quero falar sobre um projeto lindo que aconteceu aqui na minha cidade – Uberlândia-MG. Essa nova categoria, será um tour pelo Brasil e pelo mundo, mostrando novidades, lançamentos, tendências e eventos do mundo da gastronomia. Como sempre recebo releases de diversas agências, seria egoismo meu, continuar guardando estas informações só pra mim, então, resolvi compartilhar com vocês a partir de agora. Espero que gostem!

Cafés com sabores autorais são lançados em Uberlândia

O Projeto REGIÃO DO CERRADO MINEIRO foi desenvolvido com três cafeterias da cidade de Uberlândia-MG. A matéria prima foi cultivada em fazendas de Patrocínio e Presidente Olegário. Experimentei pessoalmente os três cafés e posso dizer que são preciosidades da nossa região. Após meses cultivando o produto nas fazendas, os grãos de melhor qualidade foram selecionados pessoalmente pelos produtores e pelos proprietários das cafeterias selecionadas. Foram torrados, ensacados e lançados aqui na cidade no final de março, onde pude participar do evento e experimentar essas preciosidades.

A ideia é parte do projeto REGIÃO DO CERRADO MINEIRO, desenvolvido pela Federação dos Cafeicultores do Cerrado em parceria com o SEBRAE Minas, e tem o intuito de fomentar o consumo do café de origem controlada e de alta qualidade. Os proprietários das cafeterias Café Calin, Cafeteria Pede Café e Café D’Casa participaram de todo o processo de produção, juntamente com cada um dos produtores.

Cafés com sabores autorais são lançados em Uberlândia Cafés com sabores autorais são lançados em Uberlândia

“O projeto começou há um ano quando, pensando em fomentar o café de alta qualidade, desenvolvemos uma parceria. Foi feita a escolha dos cafeicultores ainda no ano passado e aqueles com maior potencial de sabor foram selecionados. Depois, o projeto foi apresentado às cafeterias e as três toparam. Isso tudo contou com estudo também. Agora vamos ver o resultado de tudo isso em sabores deliciosos”, explicou Paula Dulgheroff, mestre de torra dos cafés. A Paulinha é proprietária do Mundo Café aqui na minha cidade e faz um lindo trabalho com esse grão e tomar cafés assim, tão especiais, mudou um pouco o meu conceito sobre o que é um café de verdade.

Todo o processo de colheita dos grãos foi feita manualmente e os produtores das fazendas Serra Negra e Congonhas – ambas em Patrocínio – e Dona Nenem, em Presidente Olegário, selecionaram junto com os empreendedores de Uberlândia o processo de secagem e beneficiamento do café. Cada produtor colheu um microlote com 30 quilos do grão.

Para certificação de origem e qualidade dos grãos, os produtores enviaram amostras à Federação dos Cafeicultores, que emitiu um laudo atestando a qualidade de cada um.

“O grão que recebe nota acima de 80 pontos é considerado um café especial, segundo os critérios de avaliação da Associação Americana de Cafés Especiais. Todos os três atingiram nota superior, revelando nuances diferentes e conquistando o Selo de Origem e Qualidade da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro”, explicou o superintendente da Federação, Juliano Tarabal.

Após a colheita e beneficiamento, os cafés foram enviados para o desenvolvimento do perfil de torra – processo em que os grãos de café são torrados com o objetivo de atingirem as melhores características de sabor, aroma e acidez.

Cafés com sabores autorais são lançados em Uberlândia

“O processo de torrefação e o empacotamento serão feitos mediante  demanda. Não serão torrados os 30 quilos de uma vez. Conforme o café for sendo vendido para consumo na loja, ou para o cliente fazer em domicílio, faremos nova torra, para que o café esteja sempre fresco”, explicou.

Benefícios à saúde

O café de qualidade tem mais de mil compostos que fazem bem à saúde. A cafeína melhora o funcionamento do cérebro e evita inflamações – prevenindo doenças como mal de alzemier e de parkinson. Uma pesquisa do Instituto do Coração revelou que café é bom para os cardíacos e combate até celulite.

Locais que terão cafés exclusivos:

CAFÉ CALIN (Fazenda Serra Negra – Patrocínio): Os grãos ficaram armazenados por 24 horas, passando por um processo de fermentação a seco. Posteriormente, foi feita uma fermentação seca lenta, em um terreiro aberto.

CAFETERIA PEDE CAFÉ (Fazenda Congonhas – Patrocínio): café Catuaí amarelo. Foi feita uma fermentação seca lenta, chamada “grão a grão”, que é quando eles ficam bem espalhados, em uma fina camada, em um terreiro sem cobertura.

CAFÉ D´CASA (Fazenda Dona Nenem – Presidente Olegário): café Catuaí vermelho. O café foi seco com redução da intensidade solar, protegido por um sombrite, em caixa de nanolotes.

Este texto e fotos faz parte de release recebido sobre o assunto.
Algumas informações foram incluídas, de acordo com a minha própria percepção.

Receitas e artigos relacionados:

Apenas um comentário

  1. Paula segunda-feira 17 abril 2017 às 11:14

    Muito obrigada!!!! Execelente perspectiva!
    Esperamos todos não mundo cafe

E você, o que achou? Comente!

  • * Você pode inserir estas tags no comentário: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>