Frango com passas e batatas ao molho de gergelim e casca de limão

segunda-feira, 14 julho 2008

Como só tenho tempo pra cozinhar nos finais de semanas, resolvi fazer um almoçinho bem gostoso neste sábado passado. A receita é da minha cabeça mesmo e ficou uma delícia. Matéria prima: coxinhas de frango que estavam dando bobeira no meu congelador.


O primeiro passo foi descongelá-las (claro), depois temperei com tandoori (um tempero indiano para carnes brancas, composto de alho, coentro, feno grego, mostarda, cominho, canela, gengibre, pimenta calabresa, urucum, erva doce, páprica doce e casca de laranja. Comprei no mercado municipal de São Paulo). Tudo bem, a foto ficou nojenta, mas eu só queria mostrar a cor do tempero. Bom… vamos adiante. Descasquei as batatas e as cebolas roxas. Estas cebolas são ótimas, pois elas não tem a mesma acidez da cebola branca e são muito saborosas. Foi nessa hora que saquei meu porta condimentos e peguei o gergelim e a casca de limão. Depois foi só montar tudo num refratário e levar ao forno pré-aquecido. O prato já estava parecendo apetitoso. As passas foram um toque especial.



E pra acompanhar, não podia faltar um arroz, mas não foi um arroz comum, fiz um arroz indiano, que o aroma e o sabor são de matar. É meio esquisito quando a gente conta os ingredientes como: canela em pau… cravo… hummm esse negócio não vai prestar… cominho… aí aí… mas o resultado é uma explosão de sabores. Pra não ter erro, aí vai a receita de tudo.

Frango
Ingredientes
– 7 coxinhas ou sobrecoxas de frango
– tandoori
– 4 batatas e 2 cebolas roxas
– gergelim
– casca de limão desidratada
– azeite
– sal a gosto

Preparo
Tempero o frango com tandoori e sal. Reserve. Descasque as batatas e as cebolas e pique em 4 pedaços. Tempere com gergelim, casca de limão e azeite. Monte tudo num refratário, acomodando as batatas no meio do frango. Jogue um ponhado de passas e regue com um pouco de cerveja preta. Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido. Tempo estimado de 1h.

Arroz indiano
Ingredientes
– 3 cravos da índia
– cebola
– 1 canela em pau
– 1 colher bem cheia de manteiga
– 1 colher de café de cominho em pó
– 1 xícara de chá de arroz (medida que faço para 2 pessoas)

Preparo
Numa panela coloque a cebola (ralada ou picadinha) junto com a manteiga e deixe dourar (não muito). Depois coloque os cravos, a canela e o cominho e deixe afogar um pouco. Despeje o arroz lavado e escorrido… afogue mais… depois coloque água, acerte o sal e tampe. Daí é como o arroz normal mesmo, deixe a água secar e vai olhando se o grão já está cozido. Olha aí o resultado. Pergunta se não ficou bom?!

Comentar! Comentários: 1

Tá com stress… vai fazer uma arte!

sexta-feira, 11 julho 2008

Eu adoro invertar uma coisinha diferente. Meu marido Alceu, diz que eu tinha que morar na legolândia, porque toda semana eu mudo uma coisinha de lugar, eu prego uma outra na parede e por aí vai. Esta semana, cansei do adesivo que estava no meu quarto. Arranquei tudo e fiz outro… olha aí:


E aproveitando as mudanças, fiz um banquinho com a técnica provençal (aquela técnica que deixa o móvel envelhecido), que estou usando como criado mudo. Olha que charme. Ainda estou terminando o outro, pra colocar do outro lado da cama. Quer contratar o serviço… dani.c.oliveira@gmail.com

Comentar! Comentários: 0

Pausa…

segunda-feira, 07 julho 2008

Amigos leitores,

Não estou escrevendo por estes dias, porque estou migrando meu blog para um outro ambiente, com domínio próprio, marquinha e muito mais. Aguardem, pois teremos novidades em breve.

Beijos e uma boa semana pra todos!

Dani

Comentar! Comentários: 0

Que geladeira que nada!

quarta-feira, 02 julho 2008

Como todos que me conhecem sabem – eu adoro invertar uma moda… rsrs… e minha geladeira não podia ficar de fora deste contexto. Um belo dia, olhando pra monotonia do aparelho, aquele branco gelo gritante, sem nenhuma perpectiva de ser um belo objeto de decoração, resolvi adesivar a coitada. Já que ainda não comprei minha geladeira de inox da Brastemp, aquelas com 2, 3, 4 portas e milhões de compartimentos, pra água, pra chá, pra iogurte, pra latinha, pra legumes, pra folhas, a coisa só falta falar e andar… resolvi dar o meu jeitinho e abrilhantar a branquela. Pois bem, papel contact na mão, comecei a rasbiscar, recortar e adesivar. Ranca daqui, adesiva dali… Olha no que deu =)


O dia que eu cansar (e isso não vai demorar!) eu ranco tudo e faço de novo. Um novo desenho, novas cores, novos elogios. Viram como é fácil!!!
Quer contratar o serviço… dani.c.oliveira@gmail.com

Comentar! Comentários: 16

Noite de pesquisa

terça-feira, 01 julho 2008

Hoje não vou postar nenhuma receita, pois passei a noite pesquisando blogs e sites relacionados com culinária e gastronomia e também porque meu marido está ali na sala me chamando pra assistir o Prêmio Multishow. Estou super empolgada com este projeto e espero que meus leitores (tudo bem, ainda é uma turma pequena… muito pequena… pequenininha) estejam gostando.
Fiquei muito feliz porque encontrei um blog super legal, que me inspirou e me deixou ainda mais motivada. Espero um dia conseguir fazer posts como a Ana. Sei que vou conseguir, com muito esforço e dedicação. Valeu Ana!
Comentar! Comentários: 0

Aproite o sabor da vida!

segunda-feira, 30 junho 2008

Engenheiro é engenheiro, arquiteto é arquiteto, redator é redator. Então, seguindo a super dica do meu amigo, publicitário e músico RUDOLPH VITAL alterei o slogan do meu blog.
Valeu Rudolph!!!
Comentar! Comentários: 0

Café com laranja

domingo, 29 junho 2008

Essa é uma receita de café com laranja que também faz o maior sucesso. Ela é refrescante e agrada todo mundo. Você consegue diferenciar muito bem o sabor do café e o sabor cítrico da laranja. Eu encontrei esta receita um dia, quando foleava uma revista local… guardei na hora, claro… rsrs…

Pré-preparo
Faça café sem açúcar, coloque nas forminhas de gelo e leve ao congelador.

Ingredientes
500ml de suco de laranja (de caixinha ou espremido na hora)
6 cubos de gelo de café (aqueles que você preparou antes)
4 colheres de sopa de creme de leite
açúcar à gosto (eu não ponho açúcar)

Preparo
Bata tudo no liquidificador e sirva imediatamente.

Faz que dá certo: Sirva em taça de licor, taça de drinks ou até mesmo em taças de champagne, para deixar a bebida mais sofisticada e bonita.

Comentar! Comentários: 0

Spaghetti com salmão e ervas

domingo, 29 junho 2008

Eh, morar em condomínio é uma beleza, ainda mais se seus vizinhos são seus amigos, mas amigos de verdade sabe, daquele que te convidam pra jantar numa plena terça-feira, sendo que no outro dia é preto na folhinha. Pois bem, esta receita é do meu amigo, vizinho e também aspirante a gourmet – WADSON CALIGUER FARIA… o kbça ou CD, o que achar melhor.
Pergunta se ficou boa: ficou boa Dani? Claro que sim, ainda mais tomando um vinho branco e dando muitas gargalhadas. Status: APROVADA… rsrsrsrs… APROVADÍSSIMA!!!


Ingredientes
500 grs de spaghetti granno duro
500 grs de filet de salmão
30 grs de alcaparras em conserva
2 tomates maduros sem sementes
salsa desidratada
manjerona desidratada
tominho fresco
1 colher (café) de pimenta calabresa
3 colheres (sopa) de azeite extra virgem
sal a gosto

Modo de Preparo
Cozinhe o macarrão em água fervente apenas com sal. Desfie o salmão com cuidado tentando retirar gomos no sentido das fibras, depois em uma frigideira grande aqueça 2 colheres de azeite e já em seguida acrescente o salmão e os tomates cortados em cubos (não deixe o salmão fritar demais, pois a carne é bem delicada). Acrescente também nesse mesmo tempo, esfregando nas mãos, a salsa, a manjerona e o tomilho, para que os mesmos exalem bastante aroma. Salgue a gosto e espalhe a pimenta calabresa misturando com delicadesa. Coloque o spaghetti em um refratário grande e espalhe por cima dele o salmão já preparado. Espalhe também as alcaparras antes mergulhadas em água filtrada para dessalgar e por último o restante do azeite.

Faz que dá certo: Coloque num refratário grande e bonito e enfeite com algum dos ingredientes utilizados na receita, use a sua criatividade. Sirva com vinho branco ou espumante. Prato excelente para quem quer uma refeição leve e charmosa.

Comentar! Comentários: 3

Dicas de BONS vinhos

quinta-feira, 26 junho 2008

Apesar de festeira, eu sou uma pessoa não alcóolica… Acredite! Tinha tudo pra ser uma bebum nata. Meu marido é apaixonado por cervejas, falou que é cerveja diferente é com ele mesmo; passei ilesa na época da faculdade, sem nenhuma gotinha de cerveja, até porque detesto a danada da loira, mas agora, depois de apurar mais o paladar estou começando a me aventurar no mundo dos vinhos. E para falar desse néctar dos deuses, dessa fonte de desejos (profundo demais?!) convidei meu padrinho, primo e amigo CLÉSSIO MURILO DOS SANTOS – apreciador de boas bebidas, que vai falar um pouco para nós, sobre o que são realmente BONS VINHOS e seus acompanhamentos ideias.


Excelentes opções de sulafricanos, para acompanhar risotos de frutos do mar.
Onde Encontrar:
STEENBERG e FAIRVIEW: http://www.expand.com.br/
BOEKENHOUTSKLOOF: http://www.mistral.com.br/


Francês da BOURGOGNE, para acompanhar peixes.
Onde encontra:
http://www.mistral.com.br/


Reserva especial BARONS DE ROTHSCHILD, ótimo para carnes assadas e muito equilibrado com queijo roquefort.
Onde encontrar:
http://www.mistral.com.br/

Comentar! Comentários: 0

Caldo Brasileiro

terça-feira, 24 junho 2008

Eu sou uma mineirinha que adora tomar um caldinho. Seja no inverno ou no verão, não tem papo, deu vontade eu tomo mesmo. Mas, aproveitando este clima “supostamente frio” aqui da cidade e para não desagradar meus leitores, já que para a maioria caldo combina com frio, aqui vai uma receitinha básica de um caldo, que eu, faço sempre. A receita é do Panelinha.
Tempero
– 2 tomates maduros
– 1 cebola
– 2 dentes de alho ou 1 colher de sopa cheia de alho picadinho
– 1 colher de café de açúcar
– 1 copo de água (200ml)
– 1 colher de chá de gengibre ralado ou picadinho bem pequeno (se não gostar, não coloque).
Modo de Preparo: bater tudo no liquidificador e reservar.

Caldo
– 1L de caldo de galinha (1L de água + 2 tabletes de caldo)
– 1/2kg de batatas ou mandioca
– 2 colheres de sopa de azeite
– sal à gosto
– 3 folhas de couve picadas fininhas

Modo de preparo
Cozinhe as batatas no caldo, bata tudo no liquidificador e reserve. Numa panela aqueça o azeite de despeje o tempero (batido) cozinhando por +ou- 20 minutos. Junte as batatas batidas, acerte o sal e deixe o caldo engrossar. Acrescente a couve, mas dê uma ferventada ou escaldada nela, para não amargar.
Faz que dá certo: se quiser incrementar o caldo, coloque frango desfiado ou então coloque lingüiça calabresa fritinha, mas se optar pela calabresa, substitua o caldo de galinha por caldo de carne ou caldo de picanha.
Comentar! Comentários: 2